Na despedida de Julio Cesar, Flamengo vence América-MG com dois de Dourado

Folhapress


A noite deste sábado (21) era especial para Julio Cesar. Depois de retornar ao Flamengo no início deste ano com o objetivo de se aposentar pelo clube que o revelou em 1997, o veterano goleiro de 38 anos fez, contra o América-MG, a última partida dele como profissional. Em um Maracanã com 52.106 pessoas, o time bateu a equipe mineira por 2 a 0, amenizou a pressão da torcida e fez a festa na despedida do ex-jogador da seleção brasileira com a vitória na 2ª rodada do Campeonato Brasileiro -Henrique Dourado marcou os dois gols do jogo.
O Flamengo se viu pressionado pela torcida depois da perda do título carioca e das más atuações recentes. A equipe faz campanha irregular na Libertadores e só empatou na estreia do Brasileiro com o Vitória. Já o América-MG fez 3 a 0 no Sport na 1ª rodada.
Porém, com o triunfo deste sábado no Maracanã, o clube rubro-negro chega aos quatro pontos e ocupa a liderança provisória, mas pode cair na tabela até o final da 2ª rodada, enquanto o time mineiro é o quarto com três pontos.
O Flamengo agora se prepara para o duelo da próxima quarta-feira, quando visita o Independiente Santa Fe na 4ª rodada da fase de grupos da Libertadores. Já no domingo seguinte, a equipe joga fora de casa contra o Ceará na sequência do Brasileirão. Um dia depois, na segunda-feira, o América-MG recebe o Vitória no Independência.
JULIO CÉSAR
Julio Cesar apareceu pela primeira vez no jogo aos 22 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, o goleiro socou a bola para fora da área e, na sequência, espalmou chute de primeira de Carlinhos, o que fez o torcedor no Maracanã vibrar.
Quando a partida já estava 2 a 0, o América-MG não descontou por pouco. Nos minutos finais do primeiro tempo, Aylon chutou de muito longe, a bola desviou em Renê e encobriu Julio Cesar, mas bateu no travessão. O goleiro do Flamengo caiu de mau jeito ao tentar fazer a defesa e precisou de atendimento no punho direito, mas seguiu normalmente na partida. O camisa 12 voltou a ser atendido na etapa final, desta vez com câimbras na panturrilha, mas deu risada do episódio.
Na volta do intervalo, os visitantes procuraram mais o jogo e chegaram a assustar o Flamengo no começo do segundo tempo. Primeiro, Julio Cesar defendeu cabeçada de Rafael Moura. Na sequência, o goleiro só torceu para que outra cabeçada, desta vez de Serginho, saísse pela linha de fundo. Depois, Juninho dominou dentro da área e bateu para fora, de novo assustando o gol carioca.
Nos minutos finais do segundo tempo, o goleiro apareceu duas vezes e salvou o Flamengo. Ele espalmou chute de longe de Carlinhos aos 40 minutos e depois defendeu cabeçada de Juninho após cobrança de escanteio.
HOMENAGEM
Como já era esperado, Julio Cesar recebeu homenagens antes da bola rolar no Macaranã. Na beira do gramado, ele foi presenteado uma placa do clube rubro-negro e se emocionou ao falar para a torcida acompanhado dos filhos Cauet e Giulia, que, junto com a esposa SuSana Werner, deixaram Portugal e vieram ao Brasil justamente para a despedida do pai. Antes do jogo, o goleiro também foi homenageado pela Polícia Militar do Rio de Janeiro.

Previous ArticleNext Article