Na lanterna, Foz surpreende e vence o Furacão

Redação


O Foz do Iguaçu surpreendeu o Atlético na noite de sábado (4), no Estádio ABC, e venceu o Furacão por 1 a 0 com gol de Yannick, aos 13 minutos, em cobrança de pênalti. Essa foi a primeira vitória do time da fronteira que deixou a lanterna do campeonato, com 4 pontos.

Esta foi a primeira vitória do time do Foz. A equipe de Alan Aal imprimiu desde o começo do jogo um toque de bola que a equipe ainda não mostrara na competição. Na lanterna, o Foz surpreendeu logo aos 13 minutos, quando o goleiro Santos errou de forma bizarra uma reposição de bola e Júnior Cézar aproveitou. Na sequência, Yannick cobrou com perfeição e abriu o placar.

O goleiro Santos justificou o erro com a grama. “O gramado estava um pouco irregular”, disse no intervalo.

Na segunda etapa o time da capital não conseguia se impor ao Foz. Para piorar, aos 19 minutos perdeu Luiz Otávio, que após fazer falta e levar amarelo, continuou reclamando e levou o cartão vermelho.

O Foz manteve seu toque de bola e o Rubro-Negro ameaçou somente aos 45 minutos,após cobrança de escanteio, que exigiu difícil defesa de Juninho.

Para o meia João Pedro, o time errou muito. “Nossa equipe vinha muito bem, jogamos bem contra o Coritiba e deveríamos ir melhor, mas não conseguimos, erramos muito”, disse.

O técnico Bruno Pivetti disse, na coletiva após o jogo, que o Rubro-Negro teve o controle da partida e comentou os dois principais lances que prejudicaram a equipe. “Tínhamos o controle total da partida, mas tivemos a complicação de ter um jogador a menos, na expulsão o lateral era nosso, mas um erro não justifica o outro. Quanto ao pênalti, já conversamos, foi uma infelicidade, pois treinamos esse jogo com os pés”, comentou.

FICHA TÉCNICA
FOZ DO IGUAÇU 1X0 ATLÉTICO

Local: Estádio do ABC, Foz do Iguaçu (PR).
Árbitro: Anderson Iraci Guimarães.
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Wagner Junior Bonfim Ledo.
Público e renda: Pagante: 1.297 | Total: 1.301 | R$ 23.135,00

Foz do Iguaçu: Juninho; Lima, Leandro Mendes, Gustavo e Luiz Beltrame; Felipe Hereda, Maceió (Léo Campos), Yannick (João Guilherme) e Bruno Flores; Junior Cezar e Alex Santos (Matheus Olavo). Técnico: Allan Aal

Atlético: Santos; Cascardo, Jacy, José Ivaldo e Renan Lodi; Luiz Otávio, Renan Paulino, Matheus Anjos (João Pedro), Crysan (Douglas Coutinho) e Yago; Murillo (Marcelinho). Técnico: Bruno Pivetti

Gol: Yannick, aos 13’ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Lima, Leandro Mendes, Felipe Hereda, João Guilherme, Santos, Jacy, Renan Lodi e Luiz Otávio

Cartão vermelho: Luiz Otávio

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="417396" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]