Náutico derruba mais um treinador do Paraná

Uma reunião entre Marcelo Martelotte e a diretoria do Paraná na tarde de domingo (25) selou o fim do ciclo do treinador ..

Redação - 25 de setembro de 2016, 19:09

Uma reunião entre Marcelo Martelotte e a diretoria do Paraná na tarde de domingo (25) selou o fim do ciclo do treinador no Tricolor. Com pouco mais de três meses e um aproveitamento de 37%, com cinco vitórias, cinco empates e oito derrotas em 18 partidas, Martelotte, que levou o Santa Cruz à Série A no ano passado, não resistiu à derrota para o Náutico no sábado, por 2 a 1, na Vila Capanema, a terceira consecutiva. No primeiro turno o Náutico já havia derrubado o técnico Claudinei Oliveira apos aplicar uma goleada por 5 a 1 no Tricolor. O nome de Léo Condé, sem clube e antigo sonho paranista, é o mais cotado para assumir.

Por meio de nota, o clube informou que o superintendente de futebol Hélcio Alisk já busca um substituto que deverá comandar a equipe na próxima quinta-feira (29), contra o Goiás, às 21 horas, no Serra Dourada. Além de Martelotte, o auxiliar-técnico Antônio Carlos Júnior também deixou o clube.

Logo depois da derrota na Vila, Martelotte já era, segundo fontes ligadas ao clube, dado como fora do comando. Durante este período foi criticado por não ter conseguido dar um padrão de jogo para a equipe e deixa a equipe na 14ª colocação com 33 pontos, seis pontos acima do Bragantino, primeiro na zona de rebaixamento.