Neymar se machuca no início do jogo, mas Brasil vence Catar com tranquilidade

Vinicius Cordeiro

Brasil

O Brasil não teve problemas para derrotar o Catar por 2 a 0 nesta quarta-feira (5), no primeiro amistoso preparatório para a Copa América 2019. Os atacantes Richarlison e Gabriel Jesus anotaram os gols do triunfo canarinho no estádio Mané Garrincha. 34.204 pessoas acompanharam o duelo em Brasília.

Apesar do jogo, o que mais chamou a atenção foi Neymar. Acusado de estupro por Najila Trindade, ele saiu machucado logo aos 16 minutos da partida.

A informação é que Neymar sofreu uma entorse no tornozelo, o que pode selar a despedida do jogador da seleção. Entretanto, ainda não se sabe se Neymar está cortado da seleção. Somente com os resultados de exame e a confirmação do tempo de recuperação, Tite vai se pronunciar sobre o possível corte do atleta de 27 anos.

Vale lembrar que esse foi o primeiro jogo de Neymar sem a faixa de capitão da equipe. Quem teve a responsabilidade de liderar o time foi o lateral Daniel Alves.


Neymar
Neymar saiu com gelo no tornozelo direito. Foto: Reprodução / TV Globo

PRIVILÉGIO

Além disso, outro fato que chamou a atenção foi que o pai de Neymar pai chegou a entrar no vestiário da equipe durante a partida. Depois, ele acompanhou o filho a um hospital de Brasília para a realização de mais exames sobre a lesão.

PRÓXIMOS JOGOS

O Brasil viaja nesta quinta-feira (6) para Porto Alegre, onde faz seu último amistoso antes da Copa América contra Honduras. A partida está marcada para o próximo domingo (9), às 16h, no Beira-Rio

O Brasil estreia na Copa América contra a Bolívia na sexta-feira (14), às 21h, no Morumbi, em São Paulo.

OS GOLS

Os dois gols saíram no primeiro tempo, em jogadas trabalhadas pelo lado direito.

O primeiro gol saiu aos 15 minutos. Philippe Coutinho recuperou a bola na linha de fundo e tocou para Daniel Alves. O lateral cruzou na área e Richarlison cabeceou fundo para o fundo das redes.

Já o segundo saiu depois de ótimo passe de Daniel Alves para Richarlison. O atacante, conhecido por comemorar seus gols com a “dança do pombo”, tocou para Gabriel Jesus e o camisa 9 bateu firme para fechar o placar.

Nos acréscimos da etapa final, o Catar ainda desperdiçou um pênalti assinalado com a ajuda do árbitro de vídeo (VAR). Khoukhi escorreu na cobrança e carimbou o travessão de Ederson.

 

Post anteriorPróximo post