Neymar é multado pelo PSG e avisa o clube francês que quer ir ao Barcelona nesta janela

Vinicius Cordeiro

neymar psg barcelona

Depois de se apresentar ao PSG com uma semana de atraso, Neymar teve uma reunião com o diretor de futebol Leonardo. O craque brasileiro topou participar da pré-temporada do clube na China, mas revelou que quer definir sua saída até o fechamento da janela de transferências. Na Espanha, o período para contratações internacionais encerra no dia 2 de setembro.

Além disso, Leonardo avisou que Neymar será multado pelo atraso e que o fato será um empecilho a mais em sua negociação.

As informações são confirmadas pelo repórter João Henrique Marques, de Paris, em colaboração ao UOL.

O PSG vai atuando nesta terça-feira (16), no primeiro amistoso nesta temporada. O clube vai goleando o Dynamo Dresden, da segunda divisão da Alemanha, por 4 a 0. Mbappé, duas vezes, Draxler e Arthur Zagre anotaram os gols.

No próximo sábado (20), a equipe enfrenta o Nuremberg. Depois disso, no dia 3 de agosto, encara o Rennes na Supercopa da França. Por fim, a utilização de Neymar na decisão ficará a critério do técnico Thomas Tuchel.

POSTURA 

Neymar não vem agradando o PSG desde o final da última temporada. O brasileiro já deu declarações públicas criticando companheiros. Uma vez, ele criticou que jogadores mais jovens do clube teriam que respeitar mais os mais velhos.

“Tem que ser mais homem dentro do vestiário, mais unido, todo mundo correr. O que eu vejo ali, tem muito jovem que é um pouco… não digo perdido. Mas falta mais ouvidos do que a própria boca”, disse na época. A mensagem deve ter sido um recado para o meia Julian Draxler, com que já teve desentendimentos, e o atacante Kyllian Mbappé, com quem passou a ter uma relação mais desgastada.

Além disso, na semana passada, Neymar voltou a dar uma declaração infantil. Ao ser perguntado sobre qual era a melhor recordação da sua carreira, disse que foi quando atuava pelo Barcelona e eliminou o PSG da Liga dos Campeões. Assista:

Nasser Al-Khelaifi, mandatário do PSG, construiu uma boa relação com Neymar pai. No entanto, o empresário catariano deu uma forte declaração em entrevista à revista “France Football” no mês passado, quando a negociação de Neymar com o Barcelona veio à tona.

“Ninguém obrigou Neymar a assinar conosco. Ninguém o forçou. Ele veio conscientemente para participar de um projeto. Quero jogadores que deem tudo para defender a honra da camisa e se associar ao projeto do clube. Claro que há contratos a serem respeitados, mas a prioridade é a total associação ao nosso projeto”, disse na época.

A tendência é que o PSG não facilite a venda do brasileiro. As diretorias dos clubes não têm boa relação e os franceses não querem ter prejuízo com o jogador. Vale lembrar que o PSG contratou Neymar em 2017 por 222 milhões de euros, com contrato até 2022.

Previous ArticleNext Article