Após novela com PSG e Barcelona, Neymar voltará a atuar pela seleção brasileira

Sem jogar desde junho, Neymar se apresentou à seleção brasileira nesta segunda-feira (2), nos Estados Unidos para voltar..

Vinicius Cordeiro - 02 de setembro de 2019, 18:39

Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Sem jogar desde junho, Neymar se apresentou à seleção brasileira nesta segunda-feira (2), nos Estados Unidos para voltar a sorrir. Frustrado pela permanência no PSG (Paris Saint-Germain), o jogador de 27 anos viu a janela de transferências na Europa fechar e seu retorno ao Barcelona não acontecer.

Para piorar, sua última atuação foi no dia 5 de junho, quando se machucou aos 16 minutos de jogo. Na ocasião, o Brasil venceu o Catar no último amistoso de preparação para a Copa América. Com o ligamento do tornozelo rompido, Neymar ficou de fora do único título conquistado pela seleção sob o comando de Tite. Agora, vê a amarelinha como primeira chance de voltar aos gramados.

O Brasil encara a Colômbia nesta sexta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), em Miami. Depois, no dia 10, a seleção canarinho enfrenta o Peru em Los Angeles. Lembrado por Tite na convocação mesmo sem estar atuando, Neymar fará suas primeiras aparições nesta temporada.

VIDA CONTURBADA NO PSG

Após se recuperar da lesão, Neymar foi para a China e participou da pré-temporada do PSG, mas não entrou em qualquer amistoso.

O técnico do clube francês, Thomas Tuchel, chegou a manifestar sua vontade de contar com Neymar nesta temporada, mas obedeceu as ordens do clube de não utilizar o jogador durante as negociações. Com isso, Neymar ficou de fora da Supercopa da França e das quatro primeiras rodadas do Campeonato Francês.

De acordo com o UOL Esporte, o PSG agora vai trabalhar em recuperar o bom estado de Neymar no clube. A primeira coisa é a relação entre o jogador e Leonardo, diretor de futebol do clube. Segundo a apuração do repórter João Henrique Marques, a relação entre eles é o principal fator do descontentamento atual de Neymar.

Já o L'Equipe, da França, revelou que Neymar teve um problema com um companheiro durante um treinamento. O jornal ainda lembra que o brasileiro já teve problemas de relacionamento com o atacante Edison Cavani e o meia alemão Julian Draxler. Ou seja, o camisa 10 não é uma unanimidade no vestiário.

Contudo, Neymar têm boas relações com os brasileiros Marquinhos e Thiago Silva, companheiros na seleção brasileira. Os defensores são líderes do elenco parisiense e devem ser fundamentais nessa retomada de Neymar na França.

Outras peças que pode ser importante para Neymar são os reforços. Os goleiros Keylor Navas, Sergio Rico e o atacante Mauro Icardi podem construir boas relações com o brasileiro.

https://twitter.com/PSG_inside/status/1168633760960655362

A NOVELA NEYMAR

a uma futura operação para trazer Mbappé ao Santiago Bernabéu, o grande movimento estratégico que planeja. Ter trazido Neymar neste verão dificultaria enormemente a transação do francês”, disse a matéria assinada pelo jornalista Marco Ruiz na semana passada.

Além disso, a boa relação dos clubes ainda foi fortalecida com o negócio anunciado nesta segunda-feira (2). O goleiro Navas foi ao PSG, enquanto Areola se mudou para a capital espanhola.