Nossa bola parada hoje foi muito ruim, péssima, diz Carpegiani

O tropeço do Coritiba em casa diante do Figueirense gerou críticas da torcida que esperava uma grande festa nos 107 anos..

Redação - 12 de outubro de 2016, 23:09

O tropeço do Coritiba em casa diante do Figueirense gerou críticas da torcida que esperava uma grande festa nos 107 anos do clube, mas o baixo rendimento de alguns atletas deixou dúvidas sobre a equipe. O técnico Paulo Cesar Carpegiani, no entanto, creditou o resultado à falhas nas bolas paradas. "Nossa bola parada hoje foi muito ruim, péssima", disse durante entrevista coletiva após o jogo.

Segundo o técnico, o time enfrentou uma boa equipe, com setor defensivo bem postado e que neutralizou as jogadas do Coxa pelas laterais. "A zaga deles pelo alto funcionou muito bem, nesse caso, precisamos dar muita qualidade", analisou. Carpegiani porém, pediu crédito e paciência para a torcida. "O torcedor tem que nos dar algum crédito", afirmou.

Do outro lado, o técnico do Figueirense, Marquinhos Santos lamentou o empate, mas disse que o ponto conquistado melhora a situação do Figueira. "Tivemos chances para ganharmos os três pontos, mas esse ponto ao menos diminuiu a diferença para dois pontos em relação ao Sport", comentou.