Onaireves Moura é preso pela Polícia Federal em São Paulo

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (15) o ex-presidente da FPF (Federação Paranaense de Futebol) Onaireves Nilo Rolim de Moura.

Jorge de Sousa - 15 de fevereiro de 2022, 17:32

Reprodução
Reprodução

A Polícia Federal, por meio do Setor de Planejamento Operacional da Superintendência da PF em São Paulo, prendeu nesta terça-feira (15) o ex-presidente da FPF (Federação Paranaense de Futebol) Onaireves Nilo Rolim de Moura.

O ex-presidente tinha um mandado de prisão expedido pela Justiça do Paraná pelos crimes de estelionato, apropriação indébita e formação de quadrilha, cujas penas somam 22 anos, 4 meses e 12 dias de prisão em regime fechado.

Onaireves Moura fora condenada em junho de 2015 junto de outras oito pessoas devido a um esquema de desvio de recursos da FPF, entidade que foi presidente entre 1985 e 2007.

As investigações apontaram que o ex-presidente se apropriou de verbas oriundas de direitos de transmissão e também rendas de partidas do Campeonato Brasileiro de 2005, realizadas em Maringá, norte do Paraná.

"O réu utilizava a estrutura da federação e o prestígio que possuía frente a terceiros devido ao cargo que ocupava, para facilitar o cometimento dos crimes, atuando em diversos setores da FPF", aponta trecho da decisão.

Onaireves Moura estava foragido desde 2019 e além de ter ocupado a presidência da FPF, ainda foi eleito deputado deputado federal no Paraná, tendo o mandato cassado em 1993 pelo crime de quebra de decoro.

LEIA MAIS: Paraná Clube anuncia cinco reforços para se salvar do rebaixamento