Operário desperdiça pênalti e perde para o Goiás na Série B

Pedro Melo

Operário Goiás Série B resultado ficha técnica

O Operário perdeu para o Goiás por 1 a 0, na tarde desta sexta-feira (30), e desperdiçou a chance de encostar novamente no G4 da Série B. O resultado em Goiânia poderia ser diferente, mas Ricardo Bueno isolou a cobrança de pênalti ainda no primeiro tempo.

Com a derrota, o Fantasma segue em 8º lugar, com 21 pontos, mas pode deixar a primeira parte da tabela de classificação ao final da rodada. Do outro lado, o Esmeraldino assume provisoriamente a vice-liderança, com 26 pontos, e torce contra Coritiba, Avaí e CRB.

A próxima rodada da Série B acontece no final da semana que vem. O Operário visita o Remo, na sexta-feira (06), às 16h, e o Goiás joga no mesmo dia contra o Coritiba, às 19h30, no Couto Pereira.

RICARDO BUENO PERDE PÊNALTI E OPERÁRIO CAI PARA O GOIÁS

O primeiro tempo não teve muitas oportunidades, mas o Operário desperdiçou a maior deles. Aos 26 minutos, Leandrinho foi derrubado por David Duarte na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Ricardo Bueno pegou mal na bola e isolou por cima.

Do outro lado, o Goiás respondeu com perigo na sequência da penalidade. Caio Vinícius recebeu na esquerda e chutou rasteiro com força. O goleiro Simão fez grande defesa e a bola ainda tocou no travessão.

Já a segunda etapa começou diferente e com gol do Goiás logo aos quatro minutos. Elvis cobrou falta no meio da área, a zaga do Fantasma afastou mal e Rezende, em chute rasteiro, mandou para o fundo das redes. A bola ainda desviou em Renê antes de entrar.

Em desvantagem, o Operário foi para o ataque em busca do empate, mas pouco levou perigo para o adversário. Com a defesa exposta, o Fantasma ainda quase levou o segundo. Alef Manga apareceu duas vezes de frente para o gol, mas Simão salvou em ambas.

FICHA TÉCNICA – 15ª RODADA DA SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Data, hora e local: sexta-feira (29), às 16h, no Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO).

Goiás: Tadeu; Diego, David Duarte, Reynaldo e Artur; Caio Vinícius, Rezende, Miguel Figueira (Luan Dias) e Élvis (Iago Mendonça); Alef Manga (Dadá Mendonça) e Bruno Mezenga (Nicolas). Técnico: Marcelo Cabo.

Operário: Simão; Alex Silva (Rodolfo Filemon), Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Marcelo Santos, Rafael Chorão e Leandrinho (Tibagi); Rodrigo Pimpão (Rafael Oller), Ricardo Bueno e Felipe Garcia (Thomaz). Técnico: Leandro Niehues.

Gol: Rezende (GOI), aos 4′ do segundo tempo.

Cartões amarelos: Tibagi e Rafael Oller (OPE)

Arbitragem: Salim Fende Chavez (SP), auxiliado por Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Herman Brumel Vani (SP)

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="779616" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]