Operário perde para o América Mineiro e está eliminado da Copa do Brasil

Jorge de Sousa

Operário - América Mineiro - Copa do Brasil

Em jogo com poucas chances de gol, o América Mineiro balançou as redes duas vezes na segunda etapa e bateu o Operário por 2 a 0 na noite desta quinta-feira (5), eliminando a equipe paranaense da Copa do Brasil.

O duelo desta quinta-feira foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, com 5.178 torcedores presentes.

Rodolfo e Felipe Augusto marcaram os gols da vitória do América Mineiro.

O América Mineiro irá encarar a Ferroviária na terceira fase da Copa do Brasil, enquanto o Operário perdeu a chance de embolsar R$ 1,5 de premiação com a derrota.

Dessa forma apenas o Paraná Clube e o Athletico Paranaense -que irá entrar direto nas oitavas de final, seguem representando o futebol paranaense na competição.

FOCO AGORA NO PARANAENSE

O Operário terá apenas a disputa do Campeonato Paranaense antes do início do Campeonato Brasileiro da Série B.

A primeira fase do torneio estadual tem apenas mais três rodadas e no momento o Operário é o quarto colocado da competição.

Neste domingo (8), o Operário irá receber no Germano Krüger o Toledo, buscando reduzir para três pontos a desvantagem para o líder Athletico Paranaense.

DERROTA EM DOIS MINUTOS

Operário - América Mineiro - Copa do Brasil
Douglas Coutinho não teve espaço contra a forte marcação da zaga do América Mineiro. (José Tramontim/OFEC)

A partida não apresentou grandes jogadas das duas equipes, se notabilizando pelo equilíbrio e forte marcação. A primeira chance de gol saiu apenas aos 34 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Jefinho finalizou de cabeça e Airton espalmou para a linha de fundo para salvar o América Mineiro.

Dois minutos depois o Operário voltou a assustar. Tomas Bastos avançou pelo centro e arriscou da entrada da área, mas a bola passou por cima da meta.

O América Mineiro conseguiu crescer de rendimento na segunda etapa e criou as melhores chances. Aos cinco minutos, Felipe Augusto fez o cruzamento da esquerda e Rodolfo apareceu na área, mas mandou a bola por cima.

A resposta do Operário foi aos 12 minutos. Novamente Tomas Bastos arriscou finalização da intermediária e a bola passou mais uma vez acima da meta.

Só que quem balançou as redes foi o América Mineiro. Aos 22 minutos, Ademir fez o cruzamento, a zaga não conseguiu afastar e a bola sobrou para Rodolfo apenas empurrar para as redes.

Dois minutos depois o América Mineiro ampliou o placar. Novamente Ademir fez a jogada da linha de fundo e cruzou rasteiro. Rodolfo chegou a desviar a bola, que sobrou para a finalização cruzada de Felipe Augusto para o fundo das redes.

O Operário sentiu os gols sofridos e o América Mineiro ficou perto do terceiro gol aos 26 minutos. Alê arriscou da intermediária e a bola passou perto do poste direito.

Jefinho teve a chance de marcar o gol do Operário na partida. Após erro na saída de bola do América Mineiro, o atacante entrou na área, mas demorou para finalizar e foi travado na hora do chute.

Airton ainda salvou o América Mineiro aos 34 minutos. Tomas Bastos arriscou falta lateral direto para o gol e o goleiro se esticou para mandar para escanteio.

O América Mineiro ainda teve um pênalti não marcado aos 38 minutos. Rodolfo foi travado na hora de finalizar e a bola sobrou para Felipe Augusto, que chutou firme e a bola explodiu no braço esticado de Douglas Nascimento, impedindo o terceiro gol do Coelho.

Previous ArticleNext Article