Fora de casa, Operário perde para a líder Chapecoense e amplia marca negativa na Série B

Rafael Nascimento


O Operário segurou a Chapecoense no primeiro tempo, mas não resistiu ao bom futebol apresentado pelo líder da Série B do Brasileiro e perdeu por 1 a 0, em partida disputada na noite desta sexta-feira (23) na Arena Condá, em Chapecó, e válida pela 18ª rodada.

A partida marcou a estreia do técnico Matheus Costa no comando do Fantasma. 

Com o resultado, o Operário estaciona no meio da tabela e figura na segunda página da classificação, como 11º colocado, com 22 pontos – quatro pontos a mais que o Figueirense, time que abre a zona de rebaixamento. O Fantasma também amplia a marca indigesta de ter vencido apenas um dos últimos nove jogos.

O time do Oeste catarinense, por sua vez, se isola na ponta, com 36 pontos e um jogo a menos, e segue invicto na competição jogando na Arena Condá – agora com seis vitórias e dois empates.

Pelo encerramento do primeiro turno, o Operário recebe no dia 31 (sábado) no estádio Germano Krüger o Botafogo-SP. A partida está marcada para as 19h. Já a Chapecoense recebe o CSA na próxima terça-feira (27), em partida atrasada da 3ª rodada.

DEPOIS DE PRIMEIRO TEMPO MORNO, CHAPE FLEXA FANTASMA NA ETAPA FINAL

“Fato novo” do Operário para reagir na Série B, o técnico Matheus Costa não teve vida fácil em sua estreia no comando do Fantasma. Antes da partida, o novo comandante havia perdido nove jogadores para a covid-19 – o último deles o volante Pedro Ken, que voltaria ao time hoje após cumprir suspensão, mas testou positivo para a doença nesta sexta-feira.

Com a bola rolando, o treinador armou sua equipe com uma marcação forte para tirar os espaços da Chape, invicta em casa e que costuma abafar os adversários na Arena Condá. Como resultado, o Operário chegou duas vezes ao ataque, com Sávio e Jefinho, enquanto os catarinenses não tiveram nenhuma finalização até os 30 min.

A Chapecoense teve maior volume no fim do primeiro tempo e, mesmo que timidamente, criou chances com Lucas Tocantins e Anderson Leite.

Só que logo no início da etapa final, a Chape mostrou que não à toa lidera a competição. O time de Umberto Louzer assustou com Aylon e chegou a seu gol com Anselmo Ramon. O camisa nove se desvencilhou da marcação, após cruzamento de Aylon, e abriu o placar: 1 a 0.

Líder da Série B, Chape acumula seis vitórias e dois empates em casa (80% de aproveitamento). Foto: Márcio Cunha/ACF

O Fantasma teve duas chances na bola parada, em cobranças de falta com Jean Carlo e Marcelo, e ainda com Douglas Coutinho, em um chutaço de fora da área, mas sem sucesso.

No fim do jogo, Ezequiel recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Matheus Costa aproveitou a vantagem númerica e colocou o time todo ao ataque, mas apesar da pressão o empate não veio.

Previous ArticleNext Article