Operário perde para o Vitória e rubro-negro se garante na Série B

Jorge de Sousa

Operário - Vitória - Campeonato Brasileiro da Série B

Já sem pretensões no Campeonato Brasileiro da Série B, o Operário perdeu por 2 a 1 para o Vitória, na noite desta terça-feira (19), que com o resultado garantiu sua permanência na Série B no próximo ano.

O duelo válido pela 37ª rodada da Série B foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Léo Gomes abriu o placar para o Vitória, Allan Vieira empatou para o Operário e Thiago Carleto recolocou os baianos na frente.

Com a derrota, o Operário fica na nona posição com 49 pontos e pode ser ultrapassado pelo Botafogo-SP até o final da rodada.

Já o Vitória chega a 45 pontos e não pode ser mais ultrapassado pelo Londrina, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Os paranaenses podem ao máximo atingir 42 pontos nas próximas duas rodadas.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (30), pela 38ª rodada – e última, da Série B.

O Vitória recebe o Coritiba no Barradão, às 16h30. O jogo pode ser decisivo para a equipe paranaense na briga pelo acesso a elite do futebol nacional.

Já o Operário viaja para Florianópolis para encarar o Figueirense, às 16h30. A equipe de Ponta Grossa pode auxiliar o Londrina, que disputa com os catarinenses a permanência na Série B.

O JOGO

O Vitória abriu o placar aos 22 minutos. Wesley encontrou Léo Gomes na área. O volante finalizou para boa defesa de André Luiz, mas o rebote voltou com o atleta que de cabeça acertou a trave. Só que novamente Léo ficou com a bola e em sua terceira tentativa conseguiu mandar no gol.

O Operário respondeu aos 35 minutos. Cleyton recuperou bola no campo de ataque e cruzou na medida para Lucas Batatinha cabecear para grande defesa de Martín Rodríguez.

E aos 45 minutos, o Operário foi buscar o empate. Allan Vieira avançou pela esquerda e cruzou fechado. A bola desviou na marcação e enganou Martín Rodríguez para morrer no fundo do gol.

O Vitória teve um gol anulado aos quatro minutos do primeiro tempo. Thiago Carleto bateu falta de longe e André Luiz fez bela defesa. O rebote sobrou com Lucas Cândido, que em posição de impedimento, mandou para o gol. Lance bem invalidado pela arbitragem.

A resposta do Operário foi aos seis minutos. Cleyton ajeitou para Schumacher, que mandou a bomba para bela defesa de Martín Rodríguez.

O goleiro do Vitória salvou novamente aos 16 minutos. Maílton invadiu a área e finalizou cruzado para bela defesa com o pé de Martín Rodríguez.

Nova chance do Operário aos 31 minutos. Rafael Chorão cobrou falta na área e Alisson escorou firme para a boa defesa de Martín Rodríguez no centro do gol.

Mas aos 50 minutos, o Vitória buscou o gol do triunfo. Em cobrança de falta da intermediária, Thiago Carleto soltou a bomba e acertou o canto direito de André Luiz para balançar as redes.

Previous ArticleNext Article