Operário empata com Confiança em jogo chuvoso no Germano Krüger

Jorge de Sousa

Operário empata com Confiança em jogo chuvoso no Germano Krüger

Operário e Confiança ficaram no empate em 1 a 1 na tarde desta sexta-feira (09) em um duelo marcado pela forte chuva que caiu na cidade de Ponta Grossa.

Caíque Sá abriu o placar para o Confiança, enquanto Clayton empatou para o Operário.

O duelo foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

O empate deixa o Operário com 22 pontos ganhos e na sétima colocação do Campeonato Brasileiro da Série B, um ponto abaixo do Juventude, quarto colocado, mas que ainda joga por essa rodada.

Já o Confiança completou quatro jogos sem perder e chegou aos 19 pontos na décima colocação da competição.

As duas equipes entram em campo apenas na próximo sábado (17), em jogos válidos pela 16ª rodada da Série B.

O Operário viaja para enfrentar o CRB no Rei Pelé, às 18h30, enquanto o Confiança recebe o Oeste no Batistão, às 16h30.

THIAGO BRAVA SALVA OPERÁRIO EM TARDE CHUVOSA

O gramado com poças pelas fortes chuvas em Ponta Grossa apresentou dificuldades para as duas equipes, deixando o jogo mais lento e pegado.

O Confiança conseguiu abrir placar logo aos sete minutos. Caíque Sá deu uma caneta em Clayton, invadiu a área e bateu rasteiro. Thiago Braga se atrapalhou e a bola passou por baixo do goleiro.

Renan Gorne teve boa oportunidade aos 31 minutos. Após erro na saída de bola com Julinho, o atacante ficou livre na entrada da área, mas bateu torto e fraco.

Rafael Santos salvou o Confiança no minuto seguinte. Marcelo arriscou da entrada da área em chute cruzado e o goleiro espalmou a bola no canto direito.

Tomas Bastos quase fez um gol olímpico aos 39 minutos. Em cobrança de escanteio da direita, a bola pegou efeito e passou perto do travessão, com Rafael Santos apenas olhando a trajetória da bola.

O Operário conseguiu empatar a partida aos 41 minutos. Lucas Batatinha serviu Clayton na esquerda, o atacante trouxe para o centro e finalizou firme. Rafael Santos pulou na bola, que passou entre as mãos do goleiro.

Thiago Brava se redimiu e salvou o Operário logo aos dois minutos do segundo tempo. Reis bateu falta da intermediária e a bola veio rápida, mas o goleiro espalmou a finalização que caminhava para o canto esquerdo.

A primeira chance do Operário no segundo tempo saiu dos pés de Jefinho. O atacante invadiu a área pela esquerda e chutou firme, mas por cima da meta.

Nova oportunidade do Confiança aos 26 minutos. Guilherme Castilho bateu falta da esquerda fechada, Thiago Brava saiu mal da meta, mas Ricardo Silva conseguiu afastar a bola na pequena área.

O árbitro Ronei Candido Alves assinalou penalidade para o Confiança aos 27 minutos. Em dividida na lateral da área, Sávio trava a bola, mas deixou a sola da chuteira na pena de Djalma Silva e Ronei marcou o pênalti.

Reis pediu a bola e bateu firme, mas a meia altura no canto esquerdo e Thiago Brava voou para espalmar a bola e manter o jogo empatado.

Marcelo teve nova oportunidade para colocar o Operário na frente do marcador. Aos 35 minutos, Schumacher fez o pivô na entrada da área e Marcelo bateu colocado perto do poste direito.

No minuto seguinte, Tomas Bastos cruzou da direita ao segundo poste e Douglas Coutinho tentou a cabeçada para o chão, mas Caíque Sá travou com a coxa a finalização.

Ricardo Silva teve a última oportunidade para garantir a vitória do Operário. Marcelo bateu falta da direita na marca do pênalti e o zagueiro (livre de marcação) cabeceou por cima da meta.

Tiago Luís ainda apareceu na bola parada aos 45 minutos. Em falta da intermediária, o atacante bateu a bola em curva, mas Thiago Brava espalmou no canto esquerdo.

LEIA MAIS: Neymar é dúvida para Brasil e Bolívia pelas Eliminatórias; veja onde assistir

Previous ArticleNext Article