Operário vence CSA em Germano Krüger encharcado na Série B

Jorge de Sousa

Operário vence CSA em Germano Krüger encharcado na Série B

O Operário bateu o CSA por 3 a 0 na noite desta terça-feira (18) e assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B.

O duelo foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Devido as fortes chuvas que caíram em Ponta Grossa, o gramado do Germano Krüger apresentou diversas poças de água, prejudicando o nível técnico da partida.

Para se manter na liderança da Série B ao final da rodada, o Operário precisa que o Paraná Clube não vença o Guarani, em duelo que será realizado ainda nesta terça-feira.

A equipe de Ponta Grossa soma oito pontos em quatro jogos, enquanto o CSA tem três pontos ganhos em duas partidas. A equipe alagoana teve dois jogos adiados, após um surto da Covid-19 no elenco.

As duas equipes entram em campo neste final de semana, em jogos válidos pela quinta rodada da Série B.

O CSA viaja para Campinas, encarar a Ponta Preta, nesta sexta-feira (21), às 21h30. Já o Operário duela em Curitiba, contra o Paraná Clube, neste domingo (23), às 11h.

OPERÁRIO VENCE POÇAS E CSA COM GOLS NO SEGUNDO TEMPO

Operário vence CSA em Germano Krüger encharcado na Série B
Mazinho (5) é abraçado pelos colegas após marcar seu primeiro gol com a camisa do Operário. (José Tramontim/OFEC)

O gramado com poças de água prejudicou ambas as equipes, mas o Operário deteve maior de posse de bola e criou mais chances de gol do que o CSA.

Logo aos cinco minutos, Thomaz arriscou chute de média distância e Cajuru se esticou para espalmar para linha de fundo.

O CSA respondeu na bola parada aos oito minutos. Caio Felipe bateu falta lateral, a zaga do Operário não conseguiu fazer o corte e Marquinho fez o pivô para Andrigo, mas o meia bateu torto e a bola saiu longe do gol.

Thomaz teve nova chance aos 37 minutos. O meia invadiu a área, limpou a marcação e bateu firme no canto esquerdo, mas Cajuru foi rápido e espalmou para escanteio.

O segundo tempo parecia caminhar no mesmo ritmo da primeira etapa, mas aos dez minutos o Operário conseguiu abrir o placar.

Sávio bateu falta da direita e a bola caiu para Schumacher – livre de marcação, ajeitar o corpo e finalizar de letra para o fundo das redes.

O Operário aproveitou o melhor momento na partida e ampliou o placar aos 19 minutos. Tomás Bastos bateu escanteio da esquerda e Mazinho desviou no primeiro poste para o fundo das redes.

O CSA ficou perto de diminuir o placar aos 24 minutos. Após troca de passes na entrada da área, Igor Fernandes recebeu na esquerda e finalizou firme no travessão de Rodrigo Viana.

A equipe alagoana parou no travessão novamente aos 34 minutos. Rodrigo Pimpão bateu escanteio da direita e Yago ganhou pelo alto, cabeceou firme, mas a bola bateu no poste alto.

Só que no contra-ataque, o Operário conseguiu matar o jogo. Norberto errou tentativa de recuou para Cajuru e a bola sobrou para Lucas Batatinha. O atacante apenas rolou a bola para o gol vazio.

Rodrigo Pimpão ficou perto de descontar o placar aos 41 minutos. Após cruzamento da esquerda, o atacante ganhou dos zagueiros e escorou perto do travessão.

LEIA MAIS: Dorival Junior testa positivo para covid e fica de fora de Santos x Athletico

Previous ArticleNext Article