Operário vence Náutico e volta a encostar no G-4 da Série B

Jorge de Sousa

Operário vence Náutico e volta a encostar no G-4 da Série B

O Operário venceu o Náutico por 3 a 1 na tarde desta quarta-feira (13) e conseguiu voltar a encostar na briga pelo G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

O estreante Ricardo Bueno e Douglas Coutinho (duas vezes) marcaram para o Operário, enquanto Kieza descontou para o Náutico.

O duelo foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Operário com 29 pontos ganhos em 21 jogos, cinco pontos abaixo do Juventude (que tem 20 jogos), primeira equipe dentro do G-4 da Série B.

Já o Náutico permaneceu na zona de rebaixamento com a derrota, somando 20 pontos ganhos em 20 jogos disputados na competição. O Vitória é a primeira equipe fora do Z-4 com 24 pontos (21 jogos).

As duas equipes entram em campo no próximo sábado (21), em jogos válidos pela 22ª rodada da Série B.

O Operário recebe o América Mineiro no Germano Krüger, às 16h30, enquanto o Náutico viaja para encarar o CRB em Maceió, às 19h.

ESTRELA DE ESTREANTE PAVIMENTA VITÓRIA DO OPERÁRIO

O Operário começou melhor o jogo e quase abriu o placar aos quatro minutos. Fabiano cruzou da esquerda e Douglas Coutinho cabeceou firme para Halls defender junto ao poste direito.

Nova chance do Fantasma aos 21 minutos. Em contra-ataque, Thomaz puxou pela esquerda e cruzou para Ricardo Bueno bater de primeira à esquerda da meta.

A primeira chance de perigo do Náutico foi criada aos 27 minutos. Jhonnatan conseguiu roubar bola no campo de ataque e rolou para Jean Carlos servir Kieza na área, mas o pivô do centroavante não encontrou ninguém e a zaga do Operário afastou.

Halls apareceu novamente aos 34 minutos. Jean Carlo recebeu de Ricardo Bueno e bateu rasteiro no canto direito para o goleiro espalmar para a linha de fundo.

A pressão do Operário resultou em gol aos 41 minutos. Fabiano cruzou da esquerda, Ricardo Bueno dominou a bola e bateu firme no canto direito para balançar as redes.

O segundo tempo começou mais lento e a primeira finalização de perigo foi parar no fundo das redes. Aos 20 minutos, Douglas Coutinho recebeu na esquerda, trouxe para o centro e bateu firme no canto esquerdo para ampliar o marcador.

Mas o jogo que parecia tranquilo ficou mais quente aos 30 minutos. Kieza tabelou com Ruy e bateu cruzado para vencer Thiago Braga e diminuir o marcador.

Halls fez mais uma boa intervenção aos 35 minutos. Em cobrança de falta da meia-lua da área, Tomás Bastos bateu firme no canto direito e o goleiro espalmou.

Só que Douglas Coutinho mostrou retomar a fase artilheira e matou o jogo aos 41 minutos. Em contra-ataque originado em erro de saída de bola do Náutico, Tomás Bastos foi lançado na esquerda e cruzou rasteiro para o atacante empurrar a bola para as redes na pequena área.

Ainda deu tempo de Tomás Bastos quase transformar o placar em goleada. Aos 49 minutos, o meia bateu outra falta da meia-lua e carimbou o travessão de Halls.

LEIA MAIS: Interlagos receberá GP de F-1 até 2025, segundo João Doria

Previous ArticleNext Article