F1: Piastri desmente equipe e diz que não pilotará pela Alpine em 2023

O jovem piloto australiano Oscar Piastri afirmou que o comunicado da Alpine não recebeu a sua aprovação e que não estará com a equipe em 2023

Redação - 02 de agosto de 2022, 15:41

Reprodução/Twitter @OscarPiastri
Reprodução/Twitter @OscarPiastri

O piloto Oscar Piastri, de 21 anos, desmentiu o comunicado da Alpine F1 Team e afirmou nesta terça-feira (2) que não estará com a equipe de Enstone na temporada de 2023.

Duas horas mais cedo, a Alpine havia confirmado que a dupla de pilotos para o ano que vem seria formada por Esteban Ocon e Oscar Piastri. O jovem piloto australiano, atualmente na reserva, iria substituir o bicampeão mundial Fernando Alonso, que se juntará ao time da Aston Martin em 2023.

"Eu entendo que, sem meu consentimento, a Alpine F1 divulgou um comunicado à imprensa de que eu estaria pilotando para eles no próximo ano", escreveu Piastri.

O jovem piloto australiano completou: "Isso está errado e eu não assinei contrato com a Alpine para 2023. Não vou pilotar pela Alpine no próximo ano", afirmou.

Campeão da Formula 2 em 2021 e campeão da Formula 3 em 2020, Oscar Piastri é uma das maiores promessas do automobilismo mundial. Como piloto reseva da Alpine, ele tem apresentando um desempenho satisfatório.

O nome dele também está ligado à McLaren, sendo cotado como possível substituto do compatriota Daniel Ricciardo. Uma eventual dupla formada por Oscar Piastri e o britânico Lando Norris seria um dos sonhos do diretor executivo Zak Brown.

A Alpine F1 Team chegou a anunciar que obrigações contratuais impediriam Oscar Piastri a assinar com a McLaren, o que o piloto australiano nega.