Athletico é batido pelo Palmeiras e perde a quinta seguida no Brasileirão

Vinicius Cordeiro

athletico palmeiras brasileirão

O Athletico perdeu pela quinto jogo seguido no Brasileirão 2021. Dessa vez, o time rubro-negro foi derrotado por 2 a 1 pelo Palmeiras, pela 18ª rodada, no Allianz Parque, em São Paulo. O zagueiro Luan abriu o placar pelos paulistas de cabeça após cobrança de escanteio e Guilherme Bissoli empatou com uma bomba. No entanto, Rony fazer valer a lei do ex e definiu o triunfo palmeirense.

Com o resultado, o Furacão estaciona nos 23 pontos e aparece provisoriamente na nona posição, mas pode perder duas posições até o fim desta rodada.

O time rubro-negro foca as atenções para o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paranaense. O duelo contra o FC Cascavel acontece na próxima quarta-feira (1), às 15h20, na Arena da Baixada.

Pelo Brasileirão, o Athletico volta a campo no próximo domingo (5), às 18h15, diante do Sport. A rodada que fecha o primeiro turno da Série A não terá quatro partidas devido à seleção brasileira – Flamengo x Atlético-GO, São Paulo x América-MG, Atlético-MG x Grêmio e Ceará x Palmeiras foram adiados.

O Palmeiras interrompe a série de três derrotas seguidas e segue na caça do líder Atlético. Agora são três pontos de diferença, mas os mineiros encaram o Bragantino neste domingo.

(Cesar Greco/Palmeiras)

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS 2 x 1 ATHLETICO

18ª rodada do Brasileirão 2021

Data, hora e local: sábado (28/08/2021), às 21h (horário de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo-SP.

Gols: Luan, aos 21 do primeiro tempo, e Rony, aos 25 do segundo (PAL); Bissoli, 20 da etapa final (CAP).

Cartões amarelos: Zé Rafael, Deyverson e Felipe Melo (PAL).

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Raphael Veiga (Rony); Dudu, Gabriel Verón (Breno Lopes) e Willian (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira

Athletico: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Richard (Erick), Christian (Carlos Eduardo), Léo Cittadini e David Terans; Jader (Pedro Rocha) e Bissoli (Renato Kayser). Técnico: António Oliveira

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS) foi auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS). O responsável pelo VAR foi Daniel Nobre Bins. Todos são do Rio Grande do Sul.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="786552" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]