Palmeiras goleia Deportivo Táchira na estreia pela Libertadores

O Palmeiras goleou o Deportivo Táchira por 4 a 0 na noite desta quarta-feira (6) na estreia pela defesa do bicampeonato da Libertadores.

Jorge de Sousa - 06 de abril de 2022, 22:53

Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores
Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores

O Palmeiras goleou o Deportivo Táchira por 4 a 0 na noite desta quarta-feira (6) na estreia pela defesa do bicampeonato da Libertadores.

Dudu, Raphael Veiga e Rafael Navarro (duas vezes) marcaram os gols da goleada do Palmeiras em San Cristobal.

A primeira rodada do Grupo A da Libertadores será completada ainda nesta quarta-feira, com Independiente Petrolero e Emelec na Bolívia.

A segunda rodada da Libertadores será disputada já na próxima semana. O Palmeiras recebe o Independiente Petrolero na terça-feira (12), enquanto o Deportivo Táchira viaja para encarar o Emelec na quinta-feira (14).

MISTÃO DO PALMEIRAS GOLEIA COM TRANQUILIDADE NA VENEZUELA

O Palmeiras criou a primeira chance logo aos dois minutos. Raphael Veiga bateu escanteio aberto e achou Dudu livre na área, mas a finalização do atacante saiu a direita da meta.

Só que aos oito minutos, Dudu não desperdiçou a chance. Novamente Raphael Veiga cobrou escanteio da direita, Wesley não conseguiu finalizar e o atacante emendou de primeira, com a bola passando por baixo de Varela.

Kuscevic ficou perto de ampliar o marcador aos 24 minutos. Dudu bateu escanteio da direita e o zagueiro cabeceou no travessão.

Raphael Veiga ampliou o marcador aos 34 minutos. Atuesta roubou bola no meio campo e rolou para Veiga finalizar da entrada da área no canto direito.

Gabriel Veron perdeu chance incrível para marcar aos 43 minutos. Atuesta lançou Wesley na esquerda, o atacante cruzou para Dudu na área, o atacante rolou para Mayke, que na linha de fundo, tocou para Veron finalizar rente ao poste direito.

Com menos de um minuto do segundo tempo, Wesley teve a chance para ampliar o marcador. Raphael Veiga encontrou o atacante na área, mas a finalização saiu mascada, rente ao poste direito.

A pressão resultou no terceiro gol aos três minutos. Dudu lançou Mayke na linha de fundo e o lateral cruzou na pequena área para Rafael Navarro (em posição de impedimento) finalizar para as redes.

O Táchira levou perigo aos seis minutos. Em cobrança de falta ensaiada, Chacón recebeu na direita e chutou cruzado, mas ninguém completou a jogada na pequena área.

Só que aos nove minutos, Rafael Navarro marcou novamente aos nove minutos. Dudu cruzou da direita, Wesley recuperou a bola na esquerda e levantou para Navarro testar na pequena área ao canto direito.

Giovani quase marcou belo gol aos 21 minutos. O atacante tabelou com Gabriel Menino, invadiu a área e tentou o chute cruzado, errando por pouco o canto esquerdo.

Aos 26 minutos, Flores disparou pela faixa central e na entrada da área foi empurrado pelas costas por Jailson. Dario Herrera mostrou o segundo cartão amarelo para o volante e expulsou o atleta do Palmeiras.

Na cobrança da falta, Cova tentou o chute rasteiro no canto esquerdo e Weverton fez a defesa em dois tempos.

Weverton ainda garantiu a defesa sem gols aos 48 minutos. Arace foi lançado na área e chutou cruzado para o goleiro espalmar.

DEPORTIVO TÁCHIRA 0 X 4 PALMEIRAS

Local: Pueblo Nuevo, San Cristobal

Árbitro: Dario Herrera (FIFA-ARG)

Assistentes: Ezequiel Brailovsky (FIFA-ARG) e Jose Savorani (FIFA-ARG)

DEPORTIVO TÁCHIRA

Cristopher Varela, Pablo Camacho, Jesús Quintero, Edisson Restrepo (Carlos Calzadilla), Gabo Benítez e José Marrufo; Francisco Flores e Maurice Cova; Edder Farías (Renny Simisterra), Richard Figueroa (Marlon Fernández) e Yerson Chacón (Rafael Arace). T.: Álex Pallarés

PALMEIRAS

Weverton, Mayke, Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge; Jailson, Atuesta (Zé Rafael) e Raphael Veiga (Gabriel Menino); Dudu (Giovani), Wesley (Breno Lopes) e Gabriel Veron (Rafael Navarro). T.: João Martins

Gols: Dudu (8 minutos/1ºT), Raphael Veiga (35 minutos/1ºT) e Rafael Navarro (3 minutos/2ºT e 9 minutos/2ºT) 

Cartões amarelos: Restrepo e Flores (TAC); Jailson e Atuesta (PAL)

Cartão vermelho: Jailson (PAL)

LEIA MAIS: Vôlei terá nova classificação e formato da disputa nos Jogos de Paris