Palmeiras vira nos acréscimos, vence o Bragantino e entra no G4 da Série A

Vinicius Cordeiro


De virada, o Palmeiras venceu o Bragantino por 2 a 1 pela oitava rodada do Brasileirão 2020 neste domingo (6). Todos os gols saíram no segundo tempo: Claudinho abriu o placar pelos donos da casa e Gabriel Verón igualou pelo time alviverde. Nos acréscimos, Willian decretou o trinfo palmeirense. O duelo foi realizado no estádio Nabi Abi Chadid, em Bragança.

O destaque da partida foi Gabriel Verón. Ele saiu do banco de reservas aos 20 minutos e marcou o gol de empate, de cabeça, três minutos depois. No fim, criou a jogada e deu assistência para o gol que definiu o placar. O atacante de 18 anos não jogava desde março, quando sofreu uma lesão muscular, e renovou contrato até 2025 nessa semana.

Além da derrota, o Palmeiras reclama de um pênalti não marcado enquanto o time ainda perdia. Após cobrança de escanteio, a bola bateu no braço de Aderlan. O lance foi similar ao pênalti que possibilitou o empate do Internacional na última rodada, o que gerou muita insatisfação dos palmeirenses.

Com o resultado, o Palmeiras chega aos 13 pontos e aparece provisoriamente na quarta posição. O time, no entanto, ainda pode ser ultrapassada por Atlético-MG, Vasco e Fluminense até o final da rodada. Já o Bragantino amarga a terceira derrota seguida e permanece no 18° lugar com apenas seis pontos.

A equipe de Luxemburgo se prepara agora para o dérbi contra o Corinthians. O clássico está marcado para a próxima quinta-feira (10), às 19h15, na Neo Química Arena. No mesmo horário, só que na quarta-feira (9), o time de Bragança encara o São Paulo no Morumbi.

BRAGANTINO VENCE O PALMEIRAS 

Gabriel Menino é perseguido por Matheus Jesus. (Cesar Greco/Palmeiras)

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, mas com poucas chances de gol. Na melhor oportunidade do Bragantino, Artur chutou da entrada da área e a bola passou perto do gol. Já o Palmeiras só assustou em uma cobrança de falta de Zé Rafael.

O sol forte não impediu que os times melhorassem na etapa final. Logo aos três minutos, o time alviverde marcou em uma cabeçada de Viña, mas o VAR anulou o gol. A resposta do Bragantino demorou cinco minutos: Ytalo acionou Claudinho, que soltou uma pancada e contou com desvio de Gustavo Gómez para vencer o goleiro Weverton.

O Bragantino ainda assustou com um chute colocado de Ytalo, mas a bola saiu pro cima do travessão. Aos 20 minutos, Vanderlei Luxemburgo fez mudança tripla: saíram Mayke, Zé Rafael e Wesley para as entradas de Willian, Bruno Henrique e Gabriel Verón.

As mexidas surtiram efeito e a jogada do empate saiu a partir delas. Gabriel Menino, que passou a jogar na lateral direita, cruzou e Verón cabeceou firme para balançar as redes.

Artur recebeu de Matheus Jesus e chutou rasteiro, mas Weverton fez boa defesa. Pelo Palmeiras, Viña cruzou e Luiz Adriano se antecipou da zaga antes de bater pela linha de fundo.

Mas foi no intervalo que o gol da vitória saiu. Gabriel Verón recebeu lançamento, ganhou da zaga na velocidade e tocou rasteiro para Willian completar para as redes.

No fim, o atacante Morato ainda foi expulso por agressão. contra Lucas Lima.

Previous ArticleNext Article