Papão elimina o Operário da Copa do Brasil. Figueira classifica

Redação


A Copa do Brasil acabou para o Operário. Com dois gols de Gilvan, aos 38 e 43 minutos do primeiro tempo, o Fantasma  perdeu para o Paysandu na noite de quarta-feira (6) pela segunda fase da Copa do Brasil, na Curuzu, em Belém (PA). O Fantasma havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0, em casa, mas perdeu por dois gols de diferença e está fora da competição.
Apesar do resultado, o Operário chegou a criar chances de gol e poderia dar uma sorte diferente ao resultado. A melhor chance do Operário aconteceu com Peixoto, que chutou de longe e mandou uma bola na trave. O time da casa também teve oportunidades de ampliar o placar, mas o goleiro Juninho fez boas defesas.
O Fantasma iniciou a partida com Juninho, Danilo Báia, Douglas Mendes, Marcelo Carvalho, Peixoto, Chicão, Lucas, Serginho Paulista, Washington, Juba e Willian Lira. No segundo tempo entraram Thiago Silva, Cristian e Alessandro nos lugares de Serginho, Lucas e Báia.

O técnico Gerson Gusmão disse que, apesar do resultado, o time alvinegro fez um grande jogo. “Jogamos de igual para igual com uma grande equipe do Brasil. Mas infelizmente hoje nós pecamos em duas bolas paradas, que é um dos pontos fortes da nossa equipe, tanto na marcação quanto no setor de ataque, e que acabou custando caro.  Sabemos que tentamos de todas as maneiras buscar um gol que nos dava a classificação e infelizmente não conseguimos”.

Com a eliminação na Copa do Brasil, o Operário disputa apenas a Taça Federação Paranaense de Futebol (FPF) em 2016. O Fantasma estreia pela competição no dia 17 de julho contra o Andraus, no Estádio Atílio Gionedis, às 11 horas.
Na outra partida das 19h30, o Figueirense venceu o Sampaio Correa por 1 a 0 com gol de Everton Santos, aos 45 minutos do primeiro tempo.
Previous ArticleNext Article