Paraná Clube chama táxis para jogadores passarem por bloqueio

Narley Resende


Com Francielly Azevedo

A comitiva do Paraná Clube, que está em Alagoas para enfrentar o CRB no sábado (18), pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, ficou quatro horas presa na estrada por causa de uma manifestação na tarde desta quinta-feira (16) no município de Novo Lino (AL), Zona da Mata de Alagoas, a 116 quilômetros de Maceió.

A equipe paranista precisou chamar ao menos cinco táxis para conseguir atravessar o bloqueio na rodovia BR-101. A comissão técnica permaneceu no ônibus até que a estrada fosse liberada. Apenas os jogadores passaram pelo bloqueio à pé e foram para Maceió de táxi. De acordo com a assessoria do clube, eles chegaram ao hotel em Maceió por volta das 17h20.

O bloqueio na estrada foi causado por servidores da prefeitura de Novo Lino que estão com salários atrasados. A rodovia permaneceu bloqueada desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira. Eles bloquearam os dois sentidos da BR-101, perto da entrada da cidade.

A comitiva do Paraná Clube estava em Recife, onde empatou com o Santa Cruz na terça-feira (14). O time embarcou no ônibus durante a manhã para a viagem de cerca de quatro horas até Maceió. O deslocamento, no entanto, demorou quase o dobro de tempo por causa da manifestação.

Jogadores do clube postaram fotos no Instagram com relatos da situação. A assessoria do clube informou que o time seguirá com a rotina normal de preparação para o duelo de sábado, que pode ser decisivo para o Tricolor. O atraso, porém, prejudicou o treino que estava marcado para às 16h no CT do CSA-AL.

Previous ArticleNext Article