Em ano de reconstrução, Paraná Clube sonha com o fim do jejum no Paranaense

O Paraná Clube começa 2022 em reconstrução após duas quedas consecutivas no último ano até a Série D do Brasileiro

Pedro Melo - 19 de janeiro de 2022, 18:00

(Divulgação/Paraná Clube)
(Divulgação/Paraná Clube)

O Paraná Clube começa 2022 em reconstrução após duas quedas consecutivas no último ano até a Série D do Campeonato Brasileiro. Além do objetivo de retornar para a terceira divisão, o Tricolor ainda quer encerrar o jejum de quase 16 anos sem levantar o título do Campeonato Paranaense. A última vez foi em 2006, quando venceu a Adap na grande final. O time paranista é o sexto clube da série especial do Paraná Portal sobre os 12 clubes do estadual.

Para ter dias melhores, a diretoria paranista reformulou mais uma vezes e mais de 20 jogadores já foram contratados. O técnico é Jorge Ferreira, com experiência nas categorias de base do Tricolor e que treinou a equipe nas últimas rodadas da Série C.

TIME-BASE DO PARANÁ CLUBE

O elenco do Paraná Clube para a disputa do Campeonato Paranaense tem poucos remanescentes da última temporada. Além dos jogadores da base, o zagueiro Luan, o volante Moisés Gaúcho e o atacante Ruan renovaram seus contratos.

O Tricolor apostou mais uma vez na mescla de jogadores experientes e novatos para a montagem do elenco. O volantes Vinícius Kiss, que participou da campanha do acesso em 2017, e Moisés Gaúcho, que permanece no clube, serão os líderes dentro de campo.

Para o Campeonato Paranaense, o time-base do Paraná Clube deve ser Gabriel Leite; André Krobel, Luan, Rayne e Juninho; Moisés Gaúcho, Edson Baiano e Vinicius Kiss; Castanha (Kaio), Pablo Thomaz e Everton Brito.

PALAVRAS DO TÉCNICO JORGE FERREIRA

Você acompanhou de perto um momento triste da história do Paraná Clube no ano passado. Por que a torcida pode acreditar que 2022 será um ano bem diferente?

Acompanhei de perto inicialmente como auxiliar e depois em situação complicada, assumi . Não conseguimos por uma série de fatores e por não ter margem de erro escapar do rebaixamento. Acredito que esse ano pode ser diferente, porque os atletas foram escolhidos a dedo. São atletas que têm capacidade técnica e com compromisso de ajudar o clube, entendo o momento do clube. A nova diretoria sabe das dificuldades de anos anteriores e está fazendo de tudo para não ocorrer esse ano. Esses fatores fazem a gente acreditar que será um ano diferente no Paraná Clube.

Ao contrário dos últimos anos, o Paraná Clube teve uma pré-temporada maior. Qual a importância desse tempo a mais para o desenvolvimento do trabalho?

A pré-temporada é importantíssima não só aspecto físico, mas também para criar um conjunto e modelo de jogo para sua equipe para desenvolver e criar variações. Em que pese a gente não tenha conseguido realizar mais jogos-treinos, que dariam uma visão melhor, essa pré-temporada é importante para iniciar o campeonato de igual para igual.

O elenco do Paraná tem a mescla de experientes, como Vinícius Kiss e Moisés Gaúcho, e jovens da base. Como foi o trabalho para formar esse grupo atual de jogadores?

O departamento de futebol desde o início já pensou nessas situações conosco e depois com a LA para mesclar atletas experientes e jovens. Assim a equipe fica um pouco mais estruturada. É fundamental para passar ao atleta e o brilho nos olhos dos atletas da base que querem ganhar esse espaço. Tudo pensado para que a gente possa tenha uma equipe equilibrada.

Qual o objetivo do Paraná no Campeonato Paranaense?

A gente acredita que seja o campeonato mais difícil dos últimos anos por ter duas equipes da Série A e duas da Série B. As equipes que não têm esse calendário também estão estruturadas. Podemos falar de Cascavel, Cianorte e Azuriz, que surgiu muito bem e tem uma filosofia de jogo bem desenhada. São equipes que vêm com uma estrutura desenhada e que não fizeram o desmanche da sua equipe. Além dessas equipes com calendário maior que o nosso, a organização das outras equipes faz com que o campeonato seja equilibrado competitivo"

Nós passamos para os atletas para que o Paraná seja protagonista novamente no Campeonato Paranaense. A gente não pode prometer o título no Campeonato Paranaense, porque não é palpável por não ter como controlar o resultado. Vamos fazer de tudo para que os atletas façam do Paraná uma equipe protagonista do Campeonato Paranaense.