Paraná Clube vence de virada e garante vaga no mata-mata da Série D

Com raça, o Tricolor chegou ao triunfo com os gols de Everton Brito e Iacovelli após ter ficado em desvantagem no primeiro tempo.

Redação - 02 de julho de 2022, 18:02

(Foto: Valquir Aureliano/AGB)
(Foto: Valquir Aureliano/AGB)

De virada, o Paraná Clube derrotou o Nova Iguaçu por 2 a 1 e se classificou para o mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro com duas rodadas de antecedência. 3.500 acompanharam o duelo deste sábado (2) na Vila Capanema, em Curitiba. 

Luã Lucio marcou pelos cariocas nos acréscimos do primeiro tempo. No entanto, o time paranista cresceu no segundo tempo e conquistou a virada.

Logo aos quatro minutos, Vinicius Kiss avançou pela direita e cruzou rasteiro para Everton Brito bater forte e igualar o marcador. O jogo começou a ficar difícil, com o Nova Iguaçu bem postado defensivamente. 

Contudo, o Paraná Clube chegou ao segundo gol na bola aérea. André Krobel levantou na área e Iacovelli subiu bem para testar firme e garantir o triunfo do Tricolor.

CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE D

Com o resultado, o Paraná Clube chega aos 22 pontos e não consegue mais ser alcançado pelo Santo André, primeira equipe fora da zona de classificação.

A equipe comandada pelo técnico Omar Feitosa celebra a conquista do primeiro objetivo do clube nesta temporada. 

O Tricolor agora tenta 'roubar' a liderança do São Bernardo no Grupo 7. Para isso, o duelo entre os líderes da chave acontece na penúltima rodada dessa fase de grupos.

O próximo jogo do Paraná da 13ª rodada acontece no próximo sábado (09), às 16h, no estádio Primeiro de Maio, no interior paulista. No mesmo dia, só que às 11h, o Nova Iguaçu recebe o Santo André no Laranjão. 

PARANÁ CLUBE 2 x 1 NOVA IGUAÇU

Gols: Luã Lucio (NIG); Everton Brito e Iacovelli (PRC). 

Renda: R$67.430,00.
Público Pagante/Total: 2.975 e 3.500 pessoas.

Data, horário e local: sábado (02), às 16h, na Vila Capanema, em Curitiba (PR).

Paraná Clube: Felipe; André Krobel, Franklin, Direceu e César Morais; Moisés Gaúcho e Vinícius Kiss (Lucas Bochecha); Rafael Silva (Iacovelli), Marcelinho (Ueslei Brito) e Everton Brito (Evandro); Carlos Henrique (Gabriel Correia). Técnico: Omar Feitosa.

Nova Iguaçu: Luis Henrique; Diego Bolt, Matheus Alves, Gabriel Pinheiro e Carlinhos; Vinícius (Gabriel Luiz), Luã Lúcio (Gustavo) e Vandinho (Juan); Ewerton, Zé Flores (Linnick) e Lucas (João Pedro). Técnico: Carlos Vitor.

Cartões amarelos: Carlinhos, Zé Flores e Gabriel Pinheiro (NIG).

Arbitragem: Raimundo Rodrigues de Oliveira Júnior (CE), auxiliado por Andrey Luiz de Freitas (PR) e Denise Akemi Simões de Oliveira (PR).