Paraná Clube encara “final” na Série C para tentar escapar do rebaixamento

Redação

Paraná Clube não renova contrato com Guilherme Lacerda

O jogo mais importante da história do Paraná Clube: talvez seja assim que o torcedor veja o jogo contra o São José-RS, marcado para às 18h deste domingo (29) e que encerra a 14ª rodada da Série C. O Tricolor da Vila visita o principal rival no Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre, para se manter vivo na luta contra o rebaixamento para a D – hoje a chance de descenso é de 81%.

O time paranista é o nono (e penúltimo) colocado do Grupo B. São 10 pontos conquistados, três a menos do que a equipe gaúcha – a primeira fora da zona de rebaixamento. Ou seja, o confronto de hoje vale seis pontos. A vitória iguala a pontuação dos clubes, mas o empate e derrota complicam de vez a situação faltando quatro rodadas.

O clube vive um período extremamente conturbado. A parceria com a FDA Sports, que era a aposta da sobrevivência financeira para a temporada, chegou ao fim nesta semana. Com pagamentos atrasados, os jogadores protestaram e chegaram a não treinar.

Diante desse cenário, a torcida organizada Fúria Independente pediu a saída do presidente Luiz Carlos Casagrande, conhecido como Casinha.

Dentro de campo, o técnico Sílvio Criciúma terá o retorno do zagueiro Jonathan Costa, que cumpriu suspensão na última rodada. Com isso, a provável escalação do Tricolor para a final da Série C é: Bruno Grassi; Alex Murici, Jonathan Costa, Vinicius Guarapuava e Danilo; Kriguer e Moisés Gaúcho; Vinícius Moura, Sillas e Eberê; Reis.

SÃO JOSÉ-RS x PARANÁ CLUBE

14ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro

Data, hora e local: domingo (29/08), às 18h, no no Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre.

Onde assistir ao vivo: DAZN.

São José-RS: Fábio Rampi; Daniel, Bruno Jesus, Jadson e Alessandro Vinícius; Lissando, Everton Bala, Crystopher e Gabriel Lima; Mazola e Maradona. Técnico: Pingo.

Paraná Clube: Bruno Grassi; Alex Murici, Vinicius Guarapuava, Jonathan Costa e Danilo; Kriguer, Moisés Gaúcho, Janderson e Sillas; Eberê e Reis. Técnico: Sílvio Criciúma.

Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="786577" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]