Paraná Clube vence Ponte Preta e se mantém firme no G-4 da Série B

Jorge de Sousa

Paraná Clube vence Ponte Preta e se mantém firme no G-4 da Série B

O Paraná Clube venceu a Ponte Preta por 2 a 1 na noite desta terça-feira (1) e garantiu a permanência por mais uma rodada no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

Renan Bressan e Luizão (contra) marcaram os gols da vitória do Paraná Clube, enquanto Matheus Peixoto balançou as redes pela Ponte Preta.

O duelo foi realizado na Vila Capanema, em Curitiba, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixa o Paraná Clube com 14 pontos, mesma pontuação do líder Cuiabá (que tem um jogo a menos). Já a Ponte Preta fica estacionada com 11 pontos ganhos e fora do G-4.

As duas equipes entram em campo no início da próxima sexta-feira (4), em jogos válidos pela oitava rodada da Série B.

O Paraná Clube viaja para enfrentar o Figueirense, às 19h15, enquanto a Ponte Preta recebe o Botafogo-SP, às 21h30.

GOL CONTRA GARANTE MAIS UMA VITÓRIA DO PARANÁ CLUBE

Matheus Peixoto ganha de Fabrício pelo alto para empatar a partida na primeira etapa. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Paraná Clube começou o jogo abrindo o placar logo aos dois minutos. Paulo Henrique roubou a bola de Lazaroni e serviu Higor Meritão. O volante emendou de primeira e Renan Bressan apareceu livre para finalizar para o fundo das redes.

Ivan salvou o segundo gol do Paraná aos cinco minutos. Higor Meritão avançou pelo centro e finalizou firme para defesa em dois tempos do goleiro.

Mas a Ponte Preta conseguiu empatar o jogo aos 15 minutos. João Paulo recebeu na esquerda e cruzou no segundo poste para Matheus Peixoto – livre de marcação, escorar para o fundo das redes.

Nova chance da Ponte Preta aos 16 minutos. Após corte errado de Jhony, João Paulo emendou uma finalização quase deitado no gramado e a bola passou perto do poste direito.

A bola alta seguiu incomodando a defesa do Paraná Clube. Aos 18 minutos, João Paulo bateu escanteio da direita e Luizão ganhou pelo alto, mas a cabeçada passou raspando o travessão.

Renan Bressan sentiu uma lesão muscular e precisou deixar o jogo aos 26 minutos, sendo substituído pelo meia Michel.

A última chance da primeira etapa foi da Ponte Preta. Aos 43 minutos, Guilherme Pato foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a área, inclusive por João Paulo, que fechava no segundo poste.

A Ponte Preta seguiu criando as melhores chances e quase virou o jogo aos quatro minutos do segundo tempo. Moisés avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para Matheus Peixoto, mas Fabrício se antecipou e salvou o Paraná com o corte.

Aos 15 minutos, nova chance de bola parada criada pela Ponte Preta. João Paulo bateu escanteio da esquerda, Moisés desviou no primeiro poste e Alisson apareceu no segundo poste, mas cabeceou por cima da meta.

A primeira chance do Paraná Clube na segunda etapa saiu apenas aos 28 minutos. Fabrício arriscou falta da intermediária, a bola ganhou velocidade na grama molhada e Ivan se esticou para mandar para escanteio.

Nova chance do Paraná Clube criada aos 36 minutos. Jhony recebeu na entrada da área, ajeitou o corpo e finalizou firme para bela defesa de Ivan com uma mão.

Na cobrança de escanteio de Guilherme Biteco, Fabrício apareceu no segundo poste e resvalou na bola, mas Alisson salvou com o peito em cima da linha.

O Paraná Clube conseguiu marcar o gol da vitória aos 42 minutos. Paulo Henrique cruzou da direita e Luizão tentou cortar antes da chegada de Bruno Gomes, mas mandou para o fundo das redes.

A Ponte Preta criou duas chances nos acréscimos pela bola parada. A primeira foi com Lazaroni, que bateu falta da esquerda mirando o ângulo direito e Alisson mandou para escanteio.

Na cobrança do escanteio, João Paulo cobrou no segundo poste e Alisson escorou perto do poste esquerdo.

LEIA MAIS: Thiago Wild é eliminado na estreia no US Open

Previous ArticleNext Article