Paraná Clube tem semana com protesto de jogadores e saída de gerente de futebol

Pedro Melo

Paraná Clube salários atrasados FDA Sports Série C

O Paraná Clube encerrou a preparação para a partida contra o Ituano, neste sábado (21), às 19h, na Vila Capanema. Porém, a semana paranista teve muitos problemas fora de campo que podem atrapalhar o time na briga para escapar do rebaixamento na Série C.

As questões extracampo começaram com o protesto dos jogadores na quinta (19). Os atletas se recusaram a treinar por conta dos salários atrasados. Eles conversaram com a diretoria paranista e mostraram o descontentamento.

Nesta sexta-feira (20), véspera da partida decisiva, Arthur Ferreira deixou o cargo de gerente de futebol do Paraná, segundo informações do UmDoisEsportes. O dirigente era o representante da FDA Sports, parceira do Tricolor. Porém, a relação com a empresa estremeceu nas últimas semanas por falta de pagamento e corre o risco da parceria terminar nos próximos dias.

Em nota oficial, o Paraná Clube informou que a FDA Sports pretende continuar com o contrato, mas com valores reduzidos. Porém, a Kerry, outra empresa na parceria, não se manifestou sobre continuidade ou rescisão do vínculo com o Tricolor.

Enquanto isso, o time paranista tenta escapar da zona de rebaixamento para a quarta divisão. Para sair do Z2 na próxima rodada, o Tricolor tem que ganhar do Ituano e torcer por uma derrota do São José-RS para o Novorizontino.

CONFIRA A NOTA OFICIAL DO PARANÁ CLUBE

Considerando as recentes entrevistas por parte de prepostos e sócios da parceira FDA, o Paraná Clube esclarece  para seus associados e torcedores:
1) o contrato de parceria ainda está vigente e traz obrigações para todas as partes;
2) o contrato foi firmado entre o PRC e as empresas Kerry e FDA;
3) toda e qualquer proposta de modificação das cláusulas contratuais, por aditivação, necessitam da manifestação de vontade de todos os contratantes;
4) até o momento, apenas a empresa FDA manifestou intenção de aditivar o contrato, com redução de valores;
5) a empresa Kerry não trouxe para o Paraná Clube qualquer manifestação, seja de aditivar ou rescindir o ajuste;

6) todas as decisões decorrentes do ajuste em vigência foram tomadas pela Comissão Gestora designada pelo contrato, nos estritos limites das atribuições fixadas no contrato.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="784606" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]