Paraná perde de novo e se afunda na lanterna

Roger Pereira


O Paraná Clube vez um bom primeiro tempo, jogou de igual para igual e até criou as melhores chances do primeiro tempo, acertando, inclusive, uma bola na trave, mas, mais uma vez, acabou derrotado. Com dos gols do artilheiro do campeonato, Gabriel, o Santos fez 2 a 0 e afundou o Tricolor na última posição do Campeonato Brasileiro.

Em um jogo bastante nervoso, o técnico Claudinei Oliveira foi expulso. Ao ver Alex Santana dar um carrinho em Bryan Ruiz à sua frente, o técnico acabou discutindo com Victor Ferraz e mandado para fora pelo árbitro Dewson Freitas da Silva.

Depois de um bom primeiro tempo paranista, com Nadson acertando a trave e Carlos finalizando uma outra boa chance por cima, o Santos abriu o placar logo aos 6min do primeiro tempo. Bruno Henrique avançou com liberdade e abriu Derlis González. O paraguaio viu a passagem de Victor Ferraz, que cruzou forte para a área. Aproveitando o rebote de Richard, Gabriel só empurrou para as redes. O lance gerou muita reclamação paranista, pois houve falta não marcada em Alex Santana no início da jogada.

A jogada do segundo gol começou nos pés de Rodrygo, que roubou a bola de Alex Santana no meio e deu para Derlis González. O paraguaio cruzou com categoria e Gabigol, de chapa, acertou um chute de primeira, se isolando na artilharia do campeonato com 12 gols.

Com o resultado, o Santos alcança a oitava posição, com 31 pontos, enquanto o Paraná, com 16 pontos e sem vencer desde 22 de julho, é o lanterna, a seis pontos do penúltimo colocado e a oito de deixar a zona do rebaixamento.

 

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="552256" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]