Paranaense: valente, Cianorte vence Operário fora de casa e avança à semifinal

Rafael Nascimento


O Cianorte conquistou uma grande vitória na noite desta quarta-feira (23), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Com grande atuação coletiva, o Leão do Vale devolveu a derrota sofrida no jogo de ida da fase de quartas de final, venceu o Operário por 2 a 0 e avançou às semifinais do Campeonato Paranaense.

“Esse grupo se apegou muito na fé e acreditou desde o início que era possível a classificação. A equipe do Operário é muito forte, mas conseguimos imprimir um bom ritmo de jogo e também nos defender bem”, comemorou o goleiro Bruno, um dos destaques do jogo.

Maurício, de cabeça, e Prego, em uma pintura no ângulo, de fora da área, anotaram os gols da partida.

Garantido na semifinal do Estadual, o Cianorte aguarda o vencedor do clássico entre Coritiba e Paraná, para conhecer seu adversário na próxima fase. A dupla da Capital se enfrenta nesta quinta-feira (23), no Couto Pereira.

Assim como na partida das quartas de final, sábado passado (18), em Cianorte, o jogo foi realizado com portões fechados em Ponta Grossa por conta do protocolo de segurança devido à pandemia da covid-19.

Falando no novo coronavírus, o Operário entrou em campo com um importante reforço: o técnico Gerson Gusmão, que havia testado positivo para a doença e ficado de fora do último confronto, dessa vez testou negativo e voltou à área técnica.

Gerson Gusmão testou negativo para covid-19 e voltou à área técnica do Fantasma. Foto: José Tramontin/OFEC

FANTASMA ASSUSTA, MAS CIANORTE SURPREENDE

A vitória no jogo de ida por 1 a 0 garantiu a vantagem de jogar pelo empate. Mas atuando no Germano Krüger, o time da casa tratou de ir pra cima do adversário.

Logo aos 6 minutos, Schumacher acreditou na jogada pela esquerda e cruzou para Tomas Bastos, que apareceu livre, mas perdeu embaixo da trave. O Operário seguiu capitalizando boas chances, mas foi surpreendido pelo Cianorte, que abriria o placar em sua primeira subida.

Em cobrança de falta pela esquerda aos 19, Pelezinho alçou a bola para a área, o zagueiro Maurício testou e surpreendeu o goleiro Rodrigo Viana: 1×0.

O Leão do Vale seguiu no ataque e novamente na bola parada, aos 22 minutos, teve grande chance com Maurício, mas dessa vez o zagueiro errou o alvo.

O Fantasma se recuperou do baque e voltou para o jogo, criando boas situações com Tomas Bastos e Douglas Coutinho. Aos 36, o Cianorte respondeu e quase ampliou Zé Vitor, que apareceu bem na área e chutou, mas a bola passou a esquerda da meta de Rodrigo Viana.

PINTURA DE PREGO GARANTE VAGA AO LEÃO DO VALE

As equipes voltaram com a mesma proposta ofensiva para a etapa complementar, mas com poucas chances efetivas de gol.

Aos 11 minutos, Douglas Coutinho bateu colocado de fora da área e obrigou o goleiro Bruno a praticar grande defesa para evitar o empate. O goleiro do Cianorte seria ainda mais exigido aos 20: após cobrança de escanteio de Tomas bastos, Bonfim cabeçeou firme e Bruno defendeu; na sobra, Prego salvou em cima da linha.

Mas assim como no primeiro tempo, quando o momento era todo do Operário, o Cianorte surpreendeu e ampliou o placar – e em um golaço. Aos 28, Junior Prego carregou até a intermediária, soltou uma bomba e acertou o ângulo, sem chances para o goleiro Rodrigo Viana.

O Fantasma não se entregou e se mandou todo ao ataque. Em bola parada com Tomas Bastos, Douglas Coutinho desviou e a  bola bateu na rede, mas pelo lado de fora. Já nos acréscimos, aos 46, o goleiro Bruno, o destaque do jogo, espalmou boa cabeçada de Schumacher. Valente, o Leão do Vale, se segurou e garantiu o resultado e a vaga na semifinal do Paranaense.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Paranaense 2020

Quartas de final – jogo de volta

Operário 0x2 Cianorte

Horário: 20h

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa

Gols: Maurício (19 do 1ºT), Prego (28 do 2ºT)

Arbitragem: Lucas Paulo Torezin, com auxílio de Bruno Boschilia e Daniel Cotrim de Carvalho

Operário: Rodrigo Viana; Sávio, Bonfim, Sosa e Peixoto; Jimenez, Jardel e Tomas Bastos; Lucas Batatinha (Hector Bustamante), Schumacher e Douglas Coutinho. Técnico: Gerson Gusmão

Cianorte: Bruno Pianissolla; Weriton, Eduardo Doma, Maurício e Prego; Gercimar, Morelli e Zé Vitor; Pelezinho, Lucão (França) e Buba. Técnico: João Burse

Previous ArticleNext Article