câmara dos deputados
Compartilhar

Pedida alta do Coxa separa Juninho do Palmeiras, mas negócio pode sair

O zagueiro Juninho, considerado um dos destaques do setor defensivo do Coritiba, está com sua situação indefinida depois..

Redação - 12 de maio de 2017, 15:50

O zagueiro Juninho, considerado um dos destaques do setor defensivo do Coritiba, está com sua situação indefinida depois de uma nova investida da Crefisa, financiadora do Palmeiras, sobre o atleta. O Coritiba chegou a pedir R$ 17 milhões (5 milhões de euros), mas o time paulista não quis, mas agora uma nova proposta de R$ 10,5 milhões (3 milhões de euros) e mais um jogador à escolha do Coxa. O clube paranaense deve aceitar a oferta.

O Coritiba não se pronunciou oficialmente, mas deve dar alguma satisfação ainda nas próximas horas, para o planejamento de Pachequinho para o Brasileirão. O clube não tem um Plano B para a saída de Juninho, ao menos no mesmo nível de competição.

O Coxa é dono de 60% dos direitos econômicos de Juninho, que tem contrato até 2020. Desde o ano passado o Palmeiras faz investidas para ter o zagueiro, que já precisou ir a público desmentir as notícias sobre negociações.