Pênalti polêmico dá sobrevida ao Chile

Uma penalidade polêmica aos 52 minutos do segundo tempo garantiu uma sobrevida ao time do Chile na Copa América. Arturo ..

Redação - 10 de junho de 2016, 23:36

Uma penalidade polêmica aos 52 minutos do segundo tempo garantiu uma sobrevida ao time do Chile na Copa América. Arturo Vidal, que já havia marcado o primeiro gol chileno marcou o gol e confirmou os três pontos aos chilenos, enquanto Campos marcou para a Bolívia.

A partida teve poucas emoções na primeira etapa, mas no segundo tempo, logo aos 32 segundos, Arce iniciou mal uma saída de bola que Vidal roubou e tocou para Pinilla, que lhe devolveu e Vidal não perdoou.

A Bolívia continuava dominada em campo, até que aos 15 minutos Jhasmani Campos soltou uma bomba em cobrança de falta e acertou o ângulo de Claudio Bravo.

No final da partida Vargas tentou uma bicicleta e acertou a cabeça de Eguino, que ficou desacordado e saiu carregado por médicos.

Já no final dos acréscimos, o bandeirinha deu um toque de mão de Gutiérrez, que estava, porém, com os braços para trás. Vidal cobrou a penalidade e marcou. Na próxima rodada, o Chile enfrenta o Panamá, enquanto a Bolívia terá pela frente a Argentina.

Copa America Centenario - Group D 

Bolivia - Chile 1 - 2 

Estadio: Gillette (Foxborough, noreste)

Public: 19.392

Árbitro: Jair Marrufo.

Gols: Arturo Vidal (1 e 52 minutos do segundo tempo, Jhasmani Campos, aos 15

Amonestados: Bolivia: Ronald Eguino (4), Jhasmani Campos (77), Luis Gutierrez (90+9), Wálter Eizaga (90+9). Chile: Pedro Pablo Hernández (79)

Alineaciones:

Bolivia: Carlos Lampe - Ronald Eguino, Erwin Saavedra, Edward Zenteno - Luis Gutiérrez, Alejandro Meleán, Raúl Castro (Jhasmani Campos), Marvin Bejarano - Martin Smedberg y Juan Carlos Arce (Rodrigo Ramallo) - Yasmani Duk (Wálter Veizaga). DT: Julio César Baldivieso.

Chile: Claudio Bravo - Mauricio Isla (José Fuenzalida), Gary Medel, Gonzalo Jara y Jean Beausejour - Pedro Pablo Hernández, Charles Aránguiz y Arturo Vidal - Alexis Sanchez, Mauricio Pinilla (Eduardo Vargas) and Fabian Orellana (Edson Puch). DT Juan Antonio Pizzi.