Petraglia faz “textão” no Facebook e ataca torcida, oposição e imprensa

Jordana Martinez


Colaboração Leopoldo Scremin

Depois de passar algum tempo sem seus famosos “manifestos”, Mario Celso Petraglia, Presidente do Conselho Deliberativo do Atlético Paranaense, aprontou das suas e, em texto publicado em seu perfil na rede social Facebook, atacou torcida, imprensa e oposição. O motivo: A contratação de Jadson.

Logo após o anuncio da rescisão de contrato do meia Jadson com o Tianjin Quanjian, da China, muito se especulou e ainda se especula a respeito de um acerto com algum clube do Brasil. Por ter sido ídolo quando foi revelado pelo Atlético, tendo participado da campanha de 2004, quando a equipe foi vice-campeã brasileira, a torcida rubro-negra foi às redes sociais pedir a contratação do atleta, fato que indignou Petraglia, a ponto de escrever um longo texto na rede social.

“Temos recebido muitas solicitações e sugestões para a contratação do nosso ex-jogador Jadson que acaba de rescindir seu contrato com o seu time na China”, postou o mandatário. “Estranhamos e cada vez ficamos mais cépticos e descrentes com grande parte da nossa massa torcedora que têm sua aspiração cada vez maior e com muito pouca noção de realidade”.

Petraglia também fez questão de lembrar que a torcida não ajudou em nada – segundo sua opinião – no crescimento que o clube vem tendo nas últimas duas décadas, e que a “aldeia”, como ele chama os torcedores, nunca acreditou ou apoiou as promessas do clube.

Mas a revolta de Petraglia não se resume apenas aos torcedores, ele também criticou a postura da imprensa, que segundo ele é pequena, despreparada, provinciana e autofágica. Voltou a falar em cobrança de direitos de transmissão das rádios e claro, que o clube para se tornar vencedor precisa que os torcedores se associem. Para Petraglia, o clube só terá condições de contratar jogadores do “nível e tamanho de contrato de Jadsons e equivalentes” quando a equipe atingir os 40 mil sócios.

Segue abaixo o post na íntegra:

“Temos recebido muitas solicitações e sugestões para a contratação do nosso ex-jogador Jadson que acaba de rescindir seu contrato com o seu time na China!

Estranhamos e cada vez ficamos mais cépticos e descrentes com grande parte da nossa massa torcedora que têm sua aspiração cada vez maior e com muito pouca noção de realidade!

Somos em parte culpados por esse comportamento e sentimento, crescemos nestas duas últimas décadas o que não fizemos na nossa história toda! Mal-acostumada ela ficou, pois nada ajudou ou participou no processo de transformação e revolução que nosso clube vivenciou neste processo todo! Poucas vezes a aldeia acreditou e apoiou nossas promessas!

Oportunistas surgiram nesta caminhada, oposição traidora e invejosa não faltou, tiveram o apoio de grande parte da imprensa pequena, despreparada, provinciana, autofágico e pseudo atleticana! Estas faculdades da nossa imprensa esportiva não são exclusividades da nossa terra, elas praticamente existem em todas as partes!

Muitos se perguntarão, “como foi que tudo aconteceu”?, outros buscarão explicações e os historiadores escreverão suas verdades e versões como melhor entenderem! Como disse alguém: “os autores divergem”!

Nada será mais importante do que a obra que está sendo construída, seus autores passam e são esquecidos, o legado estrutural e as mudanças na comunidade se perpetuam! O projeto CAPGIGANTE teve um começo, um meio e jamais terá fim, depende do tamanho e dimensão que nós atleticanos queremos para nossa Instituição!

Os passos continuam, fortes e firmes, sem mudanças, sem desvios, sem loucuras e sem perdermos o foco!

Acreditamos que neste momento, com certeza, existe um maior entendimento do que já foi conquistado e do que precisamos para nos transformarmos, sem volta, num dos maiores clubes das Américas!

Temos hoje de nossa propriedade uma das melhores Infraestruturas próprias de clubes de futebol, somos um dos formadores de talentos mais bem avaliados!

Além disso tudo precisamos melhorar muito em outros quesitos, citamos alguns principais!

Temos que conquistar uma divisão melhor e mais justa nas receitas dos direitos de transmissão de TV!

Luta já iniciada!

Precisamos buscar outras receitas como, cobrança também das rádios, melhores patrocinadores e parceiros, e principalmente alcançarmos a meta de 40 mil sócios torcedores!

Estas condições que definirão qual velocidade teremos para buscarmos jogadores ao nível e tamanho de contrato de Jadsons e equivalentes!

SRN

Mário Celso Petraglia”

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.