Torcedor do Corinthians agredido em Curitiba pode ser indiciado

Narley Resende


Ana Krüger, CBN Curitiba

As investigações sobre o confronto entre torcedores do Coritiba e do Corinthians no último domingo devem passar pela capital paulista nos próximos dias. A Polícia Civil planeja ir até São Paulo ouvir o corintiano Jhonatan José Gomes da Silva que aparece em uma das imagens mais chocantes da briga.

Ele foi agredido por vários torcedores do Coxa mesmo depois de já estar caído no chão. Jhonatan chegou a ser encaminhado para o hospital, mas os ferimentos foram leves e logo em seguida ele foi liberado.

O delegado da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe), Clóvis Galvão, explica que o torcedor deve passar por um exame de corpo de delito.

“Junto com nossos colegas paulistas verificar a possibilidade para acompanhar a vítima para o Instituto Médico Legal para exame de lesões. Após essas diligências, com o inquérito praticamente concluído, a gente vai analisar o pedido de prisão dos demais envolvidos ou se eles podem responder em liberdade”, afirma.

Não está descartada a possibilidade de que o próprio torcedor agredido seja indiciado se for comprovado que ele incitou o confronto.

Se for necessário, a Polícia civil do Paraná deve solicitar o apoio da corporação em São Paulo para ajudar nas investigações e identificação dos envolvidos.

Uma das principais linhas de investigação aponta que torcedores do Corinthians descumpriram as orientações da Polícia Militar e foram para o Couto Pereira sem qualquer escolta com o objetivo de invadir a sede da torcida organizada império.

Por enquanto apenas uma pessoa permanece presa. O torcedor do Coritiba, João Carlos de Paula, foi preso em flagrante durante o jogo na manhã do domingo, e ontem foi decretada a prisão preventiva dele.

“O juiz entendeu a gravidade do fato. As diligências continuam no sentido de fazer a identificação dos demais. Já se encontra em estado avançado neste sentido”, garante o delegado.

O coxa-branca confessou, após ser preso, que agrediu o torcedor corintiano Jhonatan. O torcedor do Coxa aguarda uma vaga no sistema penitenciário no Centro de Triagem, em Curitiba.

[insertmedia id=WexaNdtLp4c]

Previous ArticleNext Article