Internado com Covid-19, presidente do Coritiba apresenta melhora

O presidente do Coritiba, Renato Follador, apresentou quadro de melhora e reage positivamente ao tratamento para se cura..

Redação - 08 de junho de 2021, 20:24

PR - BRASILEIRAO/CORITIBA X ATHLETICO PR  - ESPORTES -  Novo presidente  do CoritibaRenato Follador   durante partida do Campeonato Brasileiro 2020 no Estadio Couto Pereira, em Curitiba, neste s‡bado (9). Foto: Geraldo Bubniak/AGB
PR - BRASILEIRAO/CORITIBA X ATHLETICO PR - ESPORTES - Novo presidente do CoritibaRenato Follador durante partida do Campeonato Brasileiro 2020 no Estadio Couto Pereira, em Curitiba, neste s‡bado (9). Foto: Geraldo Bubniak/AGB

O presidente do Coritiba, Renato Follador, apresentou quadro de melhora e reage positivamente ao tratamento para se curar da Covid-19. Ainda não tem data para que o dirigente de 67 anos deixe o hospital.

Follador foi internado no último dia 01º no Hospital do Rocio, em Campo Largo, com diagnóstico de Covid-19. Desde o dia 03, o mandatário coxa-branca está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

QUEM É RENATO FOLLADOR, PRESIDENTE DO CORITIBA

Ele assumiu o cargo como presidente no fim de dezembro de 2020, após vencer a eleição com 75% dos votos. No entanto, a história de Renato Follador com o Coritiba é antiga.

Ele foi jogador profissional e defendeu o clube do Alto da Glória na década de 70. Além disso, é filho de Renatinho, atleta campeão com o Coxa nos anos 50.

Apesar de ter sido atleta, Follador também consolidou a carreira fora do esporte. Formado em Engenharia Civil e Administração, tem especialização em Barcelona com foco na Alta Direção de Empresas.

O presidente do Coxa atua como consultor em previdência há mais de 30 anos e chegou a ser secretário de Previdência do Estado do Paraná no governo Jaime Lerner. Ele foi responsável pela criação e implantação de diversos Fundos de Pensão como o ParanaPrevidência, instituição que cuida do sistema previdenciário dos servidores do estado do Paraná, a Fibra-Itaipu Binacional e o Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada, no qual é presidente no setor privado.