Presidente do Coritiba recebe torcedor de 12 anos e ouve sugestões de patrocínio e contratações

Vinicius Cordeiro

Samir

O presidente Samir Namur recebeu um torcedor diferenciado do Coritiba na última quarta-feira (5), no Couto Pereira. Pedro Bravo, de apenas 12 anos, agendou um encontro com o dirigente alviverde pelo WhatsApp e, acompanhado do seu pai e irmão, deu suas sugestões para o seu clube do coração.

No encontro, que durou mais de uma hora, Pedro levou indicação de jogadores, sugeriu treinamentos e expôs sua opinião nos patrocínios para o clube. “Ele [Samir] foi muito legal e gentil. Não falou de uma maneira difícil, eu consegui entender e disse para eu visitar o CT. Eu tinha uma ideia que ser presidente era mais fácil”, conta ele.

“Eu falei algumas empresas que o clube podia fechar contrato e a maneira que a gente possa usar esses patrocínios. Eu falei mais sobre o Madero, para usar o patrocínio de maneira diferente, e indiquei o Geraldo, ex-jogador do Coxa e que joga Al Ahly. Eu gosto dele, acho que ia ser importante”, opina.

O nome do angolano foi bastante discutido pelos dois, já que também agrada o dirigente alviverde. Entretanto, qualquer negociação é dificultada pelos altos valores que o jogador de 27 anos recebe no Egito.


Outros dois nomes sugeridos por Pedro foram de atletas que já tiveram passagem pelo Couto: o zagueiro Juninho, atualmente no Palmeiras, e o atacante Zé Love, no Pahang FA, da Malásia.

SONHO E CORNETA

Apesar de menino, Pedro fala como gente grande e sonha em ser presidente do Coritiba. Dizendo ser coxa-branca desde seu nascimento, ele que não perde um jogo no Alto da Glória. “Eu cancelo meus compromissos para poder ir, mesmo que esteja frio ou chovendo”, conta ele.

Tendo Dirceu Krüger como seu maior ídolo, Pedro elogiou o técnico Umberto Louzer e elegeu Wilson, Rafinha e Rodrigão como os melhores jogadores do atual elenco, mas não deixou a corneta de lado.

“Entre os últimos técnicos, desde o início da gestão do Samir, está sendo um trabalho diferenciado. Acho que está faltando um entrosamento e melhorar a criação. Mas com a parada para a Copa América, acho que conseguimos buscar o acesso”, finaliza.

SAMIR

Em resposta à reportagem, Samir disse ter aprovado a ‘reunião. “O Pedro mandou várias mensagens e eu demorei para responder, mas combinamos o encontro assim que eu consegui. Realmente a conversa, sobre aspectos financeiros, marketing e futebol foi muito boa. É sempre bom ouvir o que o torcedor tem a falar. O trabalho do gestor é para o clube, mas também para o torcedor”, avaliou.

O dirigente ressaltou que conversa com torcedores sempre que pode e que responde mensagens desde que sejam minimamente educadas, além de ter o hábito de receber sócios.

“Sobre o sonho dele, pelo menos ele já percebeu que é bem mais difícil do que parece, o que realmente é verdade. Mas espero que ele não desista por isso”, completou.

O Coxa se prepara para o clássico contra o Paraná. O duelo, válido pela 7.ª rodada da Série B, acontece neste sábado (8), às 18h, no Couto Pereira.

LEIA TAMBÉM:

*** matéria atualizada às 17h44

Post anteriorPróximo post