Racismo e homofobia em estádios de futebol podem render multa no Paraná

Jorge de Sousa

Racismo e homofobia em estádios de futebol podem render multa no Paraná

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou nesta segunda-feira (26), o texto final do projeto de lei que prevê multa para clubes, dirigentes e torcedores que praticarem atos de racismo, homofobia e demais intolerâncias em estádios de futebol no estado.

O projeto de lei é assinado pelo deputado Paulo Litro (PSDB) e agora irá seguir para a sanção do governador do Paraná, Ratinho Junior.

A proposta prevê que atos de intolerância racial, étnica, religiosa e de xenofobia praticados nos estádios e em um raio de até cinco quilômetros desses locais podem ser punidos com multas individuais e perda de incentivos fiscais aos clubes de futebol.

O torcedor que for flagrado cometendo esses atos irá ser multado em R$ 5.607,50 e em caso de residência a penalização irá custar até R$ 22.430 ao bolso do infrator.

Já a punição para clubes e dirigentes dessas agremiações é ainda maior, com multas de R$ 56.075 até R$ 112.150, em casos de reincidência.

Ratinho Junior tem até 15 dias para tornar o projeto em lei ou vetar de forma parcial ou integral a proposta, sendo que nesses casos o documento retorno para ser novamente apreciado na Assembleia.

LEIA MAIS: Gabigol terá que pagar multa de R$ 110 mil por flagrante em cassino

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="760156" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]