Rafael Nadal desiste da semifinal de Wimbledon por lesão

Os exames médicos realizados por Rafael Nadal apontaram uma ruptura de 7 milímetros de um dos músculos abdominais.

Pedro Melo - 07 de julho de 2022, 15:23

(AELTC/Jonathan Nackstand)
(AELTC/Jonathan Nackstand)

O espanhol Rafael Nadal desistiu da semifinal de Wimbledon por conta de uma lesão no abdômen. Com isso, o australiano Nick Krygios vai disputar a primeira final de Grand Slam no próximo domingo.

De acordo com o jornal espanhol Marca, os exames médicos realizados por Nadal apontaram uma ruptura de 7 milímetros de um dos músculos abdominais. O tenista chegou a realizar um treino nesta quinta-feira (07), mas visivelmente com limitações principalmente na hora do saque.

Nadal disputou as quartas de final contra o norte-americano Taylor Frtiz com a lesão e chegou a pedir atendimento médico. O problema no abdômen limitou os movimentos do espanhol em quadra, mas ele venceu a partida por 3 sets a 2 (parciais de  3/6, 7/5, 3/6, 7/5 e 7/6 (7/4), em 4h20min.

"Essa lesão abdominal não está indo bem, para ser honesto. Tive que encontrar uma maneira de sacar um pouco diferente, por muitos momentos pensei que talvez não conseguiria terminar a partida, mas não sei. Mas a energia da quadra me ajudou", disse o espanhol, logo após a vitória sobre Fritz.

Essa é apenas a segunda vez na história que o experiente tenista abandona um Grand Slam em andamento. Em 2016, ele desistiu de Roland Garros antes da terceira rodada por conta de uma lesão no punho.

LESÃO IMPEDE RAFAEL NADAL DE GANHAR OS QUATRO GRAND SLAMS NA MESMA TEMPORADA

Sem a presença de Rafael Nadal, Nick Krygios chega à final de Wimbledon pela primeira vez na carreira e aguarda pelo vencedor da semi entre o sérvio Novak Djokovic e o britânico Cameron Norrie. A decisão do Grand Slam em Londres acontece no próximo domingo (10), às 10h (horário de Brasília).

E para o espanhol, a desistência também significa o fim da possibilidade de ganhar os quatro Grand Slams na mesma temporada. O tenista foi campeão do Australian Open, contra o russo Daniil Medvedev, e de Roland Garros, diante do norueguês Casper Ruud.