Rafael Nadal está fora de Wimbledon e da Olimpíada de Tóquio

Folhapress

Rafael Nadal

Rafael Nadal anunciou nesta quinta-feira (17) que não participará de Wimbledon e dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. De acordo com ele, isso se deve a uma tentativa de prolongar sua carreira.

O espanhol de 35 anos disse que a diferença de duas semanas entre Roland Garros, finalizado no último fim de semana, e Wimbledon, que começará em 28 de junho, não será tempo suficiente para ele se recuperar depois de uma temporada exigente no saibro, em que disputou cinco campeonatos. O torneio de tênis da Olimpíada começará em 24 de julho.

“Nunca é uma decisão fácil de tomar, mas depois de ouvir o meu corpo e discutir com a minha equipe, compreendo que é a decisão certa”, afirmou o bicampeão de Wimbledon (2008 e 2010) e duas vezes medalhista de ouro olímpico (simples em 2008 e duplas em 2016, quando foi o porta-bandeira espanhol no Rio).

Nadal jogou nos últimos meses em Monte Carlo, Barcelona, Madri, Roma e Roland Garros, quando perdeu para Novak Djokovic uma acirrada semifinal com 4 horas e 11 minutos de duração. Foi apenas a sua terceira derrota no saibro parisiense, onde venceu 105 partidas na carreira.

Em Wimbledon, Djokovic poderá alcançar o recorde masculino de 20 títulos de Grand Slam que Nadal divide com Roger Federer. Já o suíço poderá voltar a se isolar na liderança.

O espanhol tornou-se o primeiro dos maiores nomes do tênis mundial a anunciar que não estará em Tóquio para a adiada edição olímpica.
“Foram dois meses de grande esforço e a decisão que tomo é focada a médio e longo prazo”, disse. “Os Jogos Olímpicos sempre significaram muito e sempre foram uma prioridade como esportista. Encontrei o espírito que todo esportista do mundo deseja viver.”

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="770532" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]