Conversa com René, sem despedida e futuro: Rafinha fala sobre saída do Coritiba

O meia-atacante Rafinha falou pela primeira vez sobre a saída repentina do Coritiba, que decidiu encerrar o contrato ape..

Pedro Melo - 07 de janeiro de 2022, 11:15

(Pedro Melo/Paraná Portal)
(Pedro Melo/Paraná Portal)

O meia-atacante Rafinha falou pela primeira vez sobre a saída repentina do Coritiba, que decidiu encerrar o contrato apenas três dias depois do início da pré-temporada. Em quase 40 minutos de entrevista, o experiente jogador se emocionou várias vezes, falou sobre a conversa com o René Simões, head esportivo do clube, e lamentou a falta de uma despedida junto com a torcida.

Rafinha contou sobre como foi a reunião com a diretoria coxa-branca, mas reclamou por não ser avisado durante as férias. "As primeiras palavras na reunião foram que não fazia mais parte do elenco e que por alguns motivos não me encaixaria mais no projeto do clube, por algumas contratações que estavam sendo feitas e jogadores da base que teriam mais oportunidades. Eles me falaram que a decisão estava tomada. Vida que segue para o jogador e para o clube. Em nenhum momento, houve outro tipo de conversa ou situação para ser feita. Foi uma decisão da diretoria e da comissão técnica", disse.

"A única coisa que falei na reunião foi que poderiam ter falado comigo nas férias. Se não tinha um diretor de futebol, tinha G6 ou alguma pessoa ligada ao clube que poderia ter me ligado para falar que não fazia mais parte do elenco. Falei com muitas pessoas nas férias sobre continuidade, se o clube precisava do jogador e da pessoa fora de campo. Cortei viagem para me reapresentar no dia 03 e recebi a notícia três dias depois da reapresentação. Eles me falaram que não tinha uma pessoa para organizar e agora tem, que é o René", acrescentou o meia-atacante.

SEM DESPEDIDA DO CORITIBA

Rafinha ainda lastimou a falta de um momento de despedida oficial com a camisa do Coritiba. "Não digo jogo de despedida, mas estar presente no Couto para acenar ao torcedor. Dificilmente o clube vai fazer alguma outra coisa em relação à despedida. Pelas pessoas do clube, não vai ter. Mas já tive várias mensagens de torcedores e empresários para organizar uma despedida ou alguma coisa. Vamos esperar a poeira abaixar para depois dar um outro passo", declarou.

Porém, o experiente jogador promete continuar na torcida do Coritiba e quer até assistir um jogo na torcida organizada. "O carinho pelo clube vai ser eterno. Juntei os quatro na cama e falei que o carinho pelo clube segue o mesmo, nunca vamos deixar de gostar do clube. Agora vou poder ir no estádio, xingar quem eu quiser, comemorar como comemoro em casa, que ninguém sabe. Já falei que quero assistir um jogo na Império. Vou ter esse privilégio de vivenciar o que um torcedor vivencia", falou.

O FUTURO DE RAFINHA

Após a saída do Coritiba, Rafinha ainda não definiu o futuro, porém, sabe que ainda está fisicamente apto para seguir a carreira. "Já recebi ligações e mensagens para saber se resolvi a situação. Primeiro, eu quero encerrar esse ciclo com essa instituição e depois penso no que a gente vai fazer", comentou.

"Tive uma conversa antes de saber . Os dados mostram que posso render em alto nível. Isso me deixou feliz e tranquilo sobre uma decisão de continuar. Ele me dando esse respaldo sobre a decisão de continuar. Passei pelo Paraná, vim para o Coxa, mas era um momento diferente. O certo é que nos rivais não jogo", complementou o jogador.