Real Madrid bate Villarreal com gols de Benzema e é campeão espanhol pela 34ª vez

Vinicius Cordeiro

real madrid villarreal campeão espanhol benzema

Com sufoco, Real Madrid se sagrou campeão do Campeonato Espanhol 19/20 após vencer o Villarreal por 2 a 1 nesta quinta-feira (16). Benzema, duas vezes, garantiu o triunfo merengue no estádio Alfredo Di Stéfano. Iborra descontou e, por pouco, não igualou o placar nos acréscimos. Com isso, os madridistas interrompem o bicampeonato nacional do Barcelona, que soma 26 títulos do torneio.

A simples vitória iria garantir o título dos merengues já que o Barça tinha quatro pontos a menos antes dos jogos começarem. Como os catalães empataram por 1 a 1 com o Osasuna, o título já estava garantido ao Real.

Benzema definiu o placar contra o Villarreal aos 28 minutos de jogo. Ele recebeu ótimo passe de Modric e bateu firme, rasteiro, para balançar as redes. Antes, aos 15 minutos, o croata exigiu boa defesa de Asenjo em um chute de fora da área.

O segundo gol saiu de pênalti, aos 35 minutos da etapa final. Sergio Ramos foi derrubado na área e o juiz assinalou a penalidade. Na primeira cobrança, Sergio Ramos – o batedor oficial – rolou a bola para frente e Benzema completou para as redes. A arbitragem, no entanto, anulou a cobrança. Na segunda vez, não teve nenhuma jogada ensaiada: o camisa 9 foi lá e bateu firme.

O Real não está atuando no Santiago Bernabéu porque o estádio principal está em reformas. Com isso, o time principal atua no Alfredo Di Stéfano, usado pelo time B, conhecido como Castilla. Foi o 14º estádio que sagrou o Real como campeão espanhol.

Vale mencionar: os brasileiros Vinicius Junior, Rodrygo e Eder Militão conquistam o título de La Liga pela primeira vez.

REAL MADRID É CAMPEÃO DO CAMPEONATO ESPANHOL

Esse é o 34º título do Campeonato Espanhol conquistado pelo Real Madrid. Curiosamente, a última conquista do torneio nacional foi sob o comando de Zinedine Zidane, na temporada 16/17.

O Barcelona, com 26 taças de La Liga, é o segundo maior vencedor e era, até hoje, o atual bicampeão espanhol. O Atlético de Madrid, com 10 conquistas, e Athletic Bilbao, com oito, fecham o grupo dos quatro maiores campeões nacionais.

Apesar do título, o Real Madrid volta a campo contra o Leganés, fora de casa, no próximo domingo (19), às 16h (horário de Brasília).

Além disso, a equipe de Zinedine Zidane se prepara para a Champions League. O duelo de volta contra o Manchester City está marcado para o dia 9 de agosto. Na Espanha, o Real perdeu por 2 a 1, ou seja, os merengues precisam triunfar na Inglaterra para seguir sonhando em conquistar o torneio europeu.

BENZEMA É O QUINTO MAIOR ARTILHEIRO DA HISTÓRIA DO REAL

Benzema comemora gol com Sergio Ramos. (Divulgação / Real Madrid)

Benzema foi o grande nome do Real Madrid na temporada. Em 36 partidas, ele marcou 21  gols e deu oito assistências. Foi quem mais participou do jogo ofensivo da equipe, não apenas atuando como um 9 fixo.

O francês é o quinto maior artilheiro da história do Real Madrid cm 248 gols. O maior é Cristiano Ronaldo, com 451 gols, seguido por Raul, com 323 gols, Di Stéfano, 308 gols, e Santillana, com 290 gols.

O camisa 9 só não será eleito o melhor jogador da La Liga por causa de Lionel Messi. O argentino tem 23 gols marcados e 20 assistências. Essa pode ser a terceira edição seguida que Messi terminará como maior goleador.

O sistema defensivo, no entanto, é uma das grandes marcas dessa equipe do Real. O time é dono da melhor defesa entre todos os gigantes europeus: foram 22 gols sofridos em 37 jogos. Casemiro, quem faz a proteção no meio campo e dá suporte a Toni Kroos e Luka Modric, é peça fundamental para o bom desempenho da equipe.

O zagueiro Sergio Ramos e o goleiro Cortouis também foram muito bem nesta temporada de La Liga . O capitão da equipe foi o vice-artilheiro do time, com 10 gols em 34 jogos. Já o belga foi fundamental, também neste jogo, e não sofreu gols em 19 dos 34 jogos que atuou, ou seja, mais de 50%. Nesse quesito, ele foi melhor que Jan Oblak, do Atlético de Madrid, e Marco Ter Stegen, do Barcelona, que também tiveram atuações brilhantes neste ano.

Previous ArticleNext Article