Real Madrid elimina o Chelsea na prorrogação e segue na Champions

O Real Madrid teve mais trabalho que o esperado, mas eliminou o Chelsea com a derrota por 3 a 2 e está na semifinal da Champions League

Pedro Melo - 12 de abril de 2022, 18:35

(Reprodução/Twitter/Real Madrid)
(Reprodução/Twitter/Real Madrid)

O Real Madrid teve mais trabalho que o esperado, mas eliminou o Chelsea na prorrogação e está na semifinal da Champions League. Depois de ganhar em Londres por 3 a 1, o time espanhol perdeu no tempo normal pelo mesmo placar, mas Benzema marcou o gol e a derrota por 3 a 2 foi o suficiente para garantir a classificação.

O Chelsea teve uma atuação impecável, abriu 3 a 0, o que seria o suficiente para a classificação, mas levou um gol do brasileiro Rodrygo. Na prorrogação, Benzema, que já havia feito os três em Londres, marcou após passe de Vinicius Júnior.

Maior campeão, o Real Madrid segue em busca do 14º título da Champions League. O adversário na semifinal sai do confronto entre Manchester City e Atlético de Madrid. O time de Pep Guardiola venceu em casa por 1 a 0 e joga por um empate nesta quarta-feira, na Espanha.

CHELSEA IGUALA CONFRONTO NO TEMPO NORMAL, MAS REAL MADRID SE CLASSIFICA NA PRORROGAÇÃO

Precisando do resultado, o Chelsea dificultou o ataque do Real Madrid desde o início e ainda buscou o primeiro gol desde o início. Os Blues tiveram sucesso na estratégia e abriram o marcados aos 14 minutos. Mount recebeu bom passe de Werner e chutou forte no canto esquerdo, sem chance para Courtois.

O Real Madrid quase empatou aos 22 minutos, mas Thiago Silva desviou de cabeça o chute de Benzema e impediu que a bola fosse no gol. E o Chelsea também teve uma boa chance aos 33. Rudiger arriscou de longe e a bola passou perto da trave.

No segundo tempo, o Chelsea voltou disposto a igualar o confronto o mais rápido possível. E conseguiu logo aos seis minutos. Mount cobrou escanteio aberto na área, Rudiger subiu mais que a defesa e cabeceou no canto esquerdo para marcar o segundo.

Com o confronto igualado, o jogo ficou ainda mais emocionante e com chances para os dois lados. O Real Madrid quase fez aos 10 minutos, mas Mendy se esticou todo para salvar. Já os Blues chegaram a marcar o terceiro gol aos 16. Marcos Alonso foi travado por Carvajal e marcou no rebote. Porém, o VAR anulou por toque de mão do lateral espanhol.

Mesmo sem jogar bem, o Real Madrid buscou forças para equilibrar o jogo e a aposta foi nas jogadas com Benzema. Aos 20 minutos, Mendy cruzou a bola na área, o centroavante subiu livre de marcação e cabeceou no travessão.

Mas a noite era do Chelsea que ampliou a vantagem aos 30 minutos. Werner recebeu lançamento na área, driblou Casemiro e Alaba e chutou na saída de Cortouis para marcar o terceiro. E dois minutos depois, o quarto quase saiu, mas Cortouis fez grande defesa na cabeçada de Havertz.

O técnico Carlo Ancelotti mudou duas vezes com as entradas dos brasileiros Marcelo e Casemiro e as trocas surtiram efeito. Aos 34, Rodrygo recebeu um passe de cinema de Modric e chutou de primeira no canto esquerdo para igualar o confronto mais uma vez.

Na prorrogação, o Real Madrid aproveitou uma rápida jogada com sua dupla de ataque e marcou o gol da vaga na semifinal. Aos cinco minutos, Vinicius Júnior avançou em velocidade pelo lado esquerdo e cruzou na cabeça de Benzema. O francês aproveitou a escorregada de Rudiger e, livre de marcação, cabeceou no contrapé de Mendy.

O Chelsea voltou a jogar todo no ataque para empatar a prorrogação e teve boas chances. Aos oito minutos da segunda etapa, Ziyech recebeu livre pela esquerda e chutou para a defesa de Cortouis. E aos 11, Havertz aproveitou cruzamento de James, cabeceou no canto, mas a bola passou perto da trave.

FICHA TÉCNICA - REAL MADRID 2X3 CHELSEA

Data, horário e local: terça-feira (12), às 16h (horário de Brasília), no Santiago Bernabéu, em Madrid (ESP).

Real Madrid: Courtois; Carvajal, Nacho (Lucas Vázquez), Alaba e Mendy (Marcelo); Casemiro (Rodrygo), Modric e Kroos (Camavinga); Valverde Benzema, Vinicius Júnior (Ceballos). Técnico: Carlo Ancelotti.

Chelsea: Mendy; James, Thiago Silva, Rüdiger e Marcos Alonso; Kanté (Ziyech), Kovacic e Mount; Loftus-Cheek (Saúl), Werner (Pulisic), Havertz. Técnico: Thomas Tuchel.

Gols: Mount (CHE), aos 14' do primeiro tempo, Rudiger (CHE), aos 6' do segundo tempo, Werner (CHE), aos 30' do segundo tempo, Rodrygo (RMA), aos 34' do segundo tempo, e Benzema (RMA), aos 5' do primeiro tempo da prorrogação.

Cartões amarelos: Benzema, Valverde, Camavinga e Carvajal (RMA); Ziyech, Thomas Tuchel e Azpilicueta (CHE).