Real Madrid: relembre a campanha que levou o clube à 14ª conquista da Champions

Gol de Vini Jr. deu o título ao Real Madrid, em jogo disputado contra o Liverpool no Stade de France, em Saint-Denis.

Johan Gaissler - 29 de maio de 2022, 09:00

(Foto: Twitter/UEFA)
(Foto: Twitter/UEFA)

O Real Madrid conquistou a sua 14ª UEFA Champions League no sábado (28), após vitória por 1 a 0 sobre o Liverpool, no Stade de France, em Saint-Denis. Relembre na sequência a campanha do time treinado por Carlo Ancelotti, desde a fase de grupos até o gol de Vini Jr. na decisão, que garantiu mais uma "orelhuda" madridista.

FASE DE GRUPOS: INTERNAZIONALE, SHAKTHAR E SHERIFF

Na fase de grupos, o Real Madrid enfrentou Internazionale, Shakthar Donetsk e Sheriff. O time passou por essa etapa sem muitos sustos, vencendo a Inter na Itália e na Espanha, e perdeu apenas um jogo nessa etapa, para o Sheriff. 

Ao todo, o clube somou 15 pontos, em cinco vitórias e uma derrota, e garantiu, junto com a equipe italiana, a classificação para as oitavas de final.

OITAVAS DE FINAL: SHOW DE BENZEMA CONTRA O PSG

Em mais uma edição da UEFA Champions League, o sorteio das oitavas de final colocou Real Madrid e Paris Saint-Germain frente a frente. 

No primeiro jogo, realizado em Paris, o time de Neymar, Messi e Mbappé dominou boa parte da partida, mas não converteu a superioridade em gols, vencendo a partida de ida por apenas 1 a 0, em um golaço do atacante francês no final do duelo.

No jogo de volta, o Real viu a eliminação de perto pela primeira vez na temporada 2021/22. Em desvantagem, sofreu um gol do Paris no segundo tempo em pleno Santiago Bernabéu

Com o placar agregado em 2 a 0, a equipe espanhola só poderia avançar no tempo normal se marcasse três gols. E foi isso que Karim Benzema fez em 17 minutos. A vitória por 3 a 1 classificou os madridistas e eliminou o time de Neymar.

QUARTAS DE FINAL: RODRYGO SALVA NO TEMPO NORMAL

Nas quartas de final, o adversário foi o Chelsea, até então o atual campeão da competição europeia de clubes. No jogo de ida, em Londres, o Real bateu os Blues pelo placar de 3 a 1.

No jogo da volta, em Madrid, o Chelsea foi atrás da desvantagem e fez três gols que até então estavam eliminando a equipe no tempo normal.

No final de jogo, o atacante brasileiro Rodrygo fez um gol salvador que levou o jogo para a prorrogação. No tempo extra, Benzema mais uma vez foi herói e fez o gol que evitou a decisão por pênaltis e classificou o Real Madrid mesmo perdendo por 3 a 2.

SEMIFINAL: A VIRADA DE RODRYGO E BENZEMA CLASSIFICA NA PRORROGAÇÃO

Na semifinal, o time de Carlo Ancelotti enfrentou o Manchester City, treinado pelo espanhol Pep Guardiola. No jogo de ida, na Inglaterra, o City abriu dois gols de vantagem por duas vezes, mas o Real Madrid conseguiu diminuir e evitar uma desvantagem maior. Final de jogo: Manchester City 4x3 Real Madrid.

O retorno, mais uma vez, ficou para o Santiago Bernabéu. E um roteiro semelhante ao das oitavas de final, contra o Paris Saint-Germain, aconteceu: Mahrez abriu o placar para o time inglês no segundo tempo, que ficou com dois gols de vantagem no placar agregado. 

Apenas uma vitória do Real Madrid forçaria uma prorrogação. E foi isso que aconteceu com Rodrygo, que fez dois gols nos acréscimos do tempo normal.

Já na prorrogação, o Real Madrid conseguiu fazer um terceiro gol com Benzema, de pênalti, que levou o time a mais uma final da Champions League.

FINAL: GOL DE VINI JR. DÁ O TÍTULO AO REAL MADRID

Na decisão disputada em jogo único em Paris, o Real Madrid suportou bem a pressão do Liverpool no primeiro tempo, com grandes defesas do goleiro Courtois, escolhido depois como nome da decisão.

No segundo tempo, a história mudou. Saindo um pouco mais para o jogo, Vini Jr. recebeu assistência de Valverde e, livre, mandou para o gol e abriu o placar aos 13 minutos.

O gol deu a 14ª Champions League ao Real Madrid. Com a vitória, o clube espanhol abre vantagem ainda maior como o campeão europeu com mais "orelhudas". São sete a mais que o Milan, segundo maior, que tem sete conquistas.