Retrospecto no Couto e falta de efetividade no ataque preocupam o Coritiba

Francielly Azevedo


O Coritiba não tem feito o dever de casa no Campeonato Brasileiro deste ano. O aproveitamento nos jogos disputados no Couto Pereira não são satisfatórios e, além disso, o setor ofensivo não tem ajudado muito.

O alviverde é dono do terceiro pior ataque da competição, com 21 gols assinalados, ficando atrás apenas de Atlético-GO (17) e Avaí (12), ambos ocupam a zona de rebaixamento. O técnico Marcelo Oliveira sabe que é preciso melhorar.

“Quando chegamos aqui, o Coritiba vinha de uma sequência grande sem resultados positivos, estava muito próximo, e continua, da zona de rebaixamento. Então, naquele momento, eu optei por priorizar o setor defensivo e aguardar a volta desses jogadores para que a gente possa defender bem e agredir sempre, porque esse é o sentido do futebol. Você saber defender, mas atacar também, porque o gol é a essência do jogo. É o setor que a gente precisa melhorar”

O Coxa ocupa a 15ª posição, com 26 pontos, apenas três de distância da ZR. Dos últimos oito jogos disputados no Couto Pereira, apenas um foi de vitória alviverde. Em 11 duelos como mandante, a equipe conseguiu apenas 48% dos pontos possíveis.

“O campeonato brasileiro, um campeonato de pontos corridos, eu penso sempre que é importantíssimo um bom aproveitamento em casa para você em circunstâncias mais difíceis fora buscar alguns resultados. Mas é fundamental nos pontos corridos o aproveitamento em casa. Isso sempre foi uma arma no Coritiba. No tempo em que estávamos aqui o aproveitamento era muito alto, ganhamos todos os jogos aqui, confrontando com o Coritiba em casa sempre foi muito difícil e a gente tem que resgatar isso. O problema no momento é que o aproveitamento dentro e fora não está bom, então é pra isso que a gente está aqui, para tentar modificar”, disse Oliveira.

Elenco sabe da responsabilidade

O zagueiro Walisson Maia, que voltou de lesão no jogo com o Santos, reconhece que o fator casa não anda bem.

“Todas os anos o Coritiba sempre foi muito forte aqui, o pessoal sempre respeitou a gente, esse ano nós não conseguimos fazer bons jogos em casa, mas pra gente conseguir essa vaga na Libertadores, a gente precisa principalmente conseguir os pontos em casa”, afirmou.

O próximo duelo do alviverde é no Couto Pereira, nesta segunda-feira (27), às 20h (horário de Brasília). A equipe recebe o Vitória, pela 22ª rodada da Série A.

O provável time tem Wilson; Léo, Márcio, Walisson Maia e William Matheus; João Paulo, Alan Santos e Rafael Longuine (Anderson); Carleto; Rildo e Kleber.

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="451081" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]