Campeão da Libertadores, Rony lembra da convicção de que faria história no Palmeiras

Redação

rony palmeiras campeão libertadores

Rony foi o grande nome do Palmeiras na Libertadores 2020. O clube voltou a ser campeão continental após 21 anos em uma campanha na qual o atacante teve participação direta em 13 gols – cinco gols e oito assistências.

“Na minha primeira entrevista, falei que iria fazer história. Tinha certeza absoluta que as coisas iriam acontecer na hora certa. Tive o começo ruim, tive. Mas dei a volta por cima. Nunca desisto do que eu quero. Hoje estou muito feliz de estar fazendo história no Palmeiras”, afirmou Rony em entrevista ao Fox Sports.

O início de Rony no Palmeiras foi marcado por muitas críticas. O jogador de 25 anos errava muito e foi o principal alvo da torcida durante a primeira parte da temporada, antes da paralisação por causa da pandemia de coronavírus. Contudo, a chegada do técnico Abel Ferreira após a demissão de Vanderlei Luxemburgo deu nova vida ao atacante.

Rony passou a aproveitar as chances, e marcou pela primeira vez contra o Tigre, ainda na fase de grupos. Desde então, virou peça fundamental e teve seu auge na vitória por 3 a 0 sobre o River Plate, fora de casa.

“Aqueles que torceram contra, eu só lamento”, completou Rony.

CAMPEÃO DA LIBERTADORES PELO PALMEIRAS, RONY SUPERA MARCA DE BRUNO HENRIQUE

palmeiras campeão libertadores
Rony se tornou ídolo do Palmeiras em uma temporada. (Cesar Greco / Palmeiras)

Além do título, Rony também se colocou como o jogador com mais participações em gols nas últimas edições da Libertadores. Em 2019, Bruno Henrique marcou cinco gols e deu seis assistências, totalizando participação direta em 11 gols.

Rony, com cinco gols e oito assistências, superou a marca do flamenguista e colocou seu nome na história do time alviverde.

O Palmeiras volta a campo na próxima terça-feira (2), às 16h, contra o Botafogo pela rodada 31 da Série A do Campeonato Brasileiro. Além disso, o time já se prepara para a disputa do Mundial de Clubes, que acontece a partir do dia 7 de fevereiro. O Palmeiras vai encarar o Tigres, do México, ou o Ulsan, da Coreia do Sul.

Previous ArticleNext Article