Salários emperram ida de Kléber para o Fluminense

Folhapress

Cerca de 70 mil reais (mensais) separam a ida do atacante Kléber Gladiador do Coritiba para o Fluminense. Entre os vencimentos de R$ 200 mil que o jogador tem no Coxa e a oferta do clube carioca, de R$ 130 mil, está o destino do jogador, liberado pelo clube paranaense, que já contava com o alívio no caixa para o orçamento da temporada.
Kléber fez exames médicos no Fluminense, que não divulgou os resultados. Pouco antes de ser liberado pelo Coritiba, o jogador passou por um tratamento muscular e chegou a jogar na final do campeonato estadual contra o Atlético-PR.
A saída dele do Coritiba era tratada como algo positivo para os dois lados. Desde o final do ano passado, Kléber não teria demonstrado interesse em continuar no clube, com quem tem contrato até dezembro.
Por outro lado, o Coritiba também via na ida dele para o Rio como uma boa ideia para aliviar o caixa e investir em novos reforços.
Com o impasse, o destino de Kléber é incerto. O Coritiba não irá se manifestar oficialmente até uma resposta pública do Fluminense sobre a negociação. O negócio ainda não está descartado: mais do que qualquer possível problema físico, o que emperra o negócio é a diferença entre a oferta e a pedida do jogador para disputar a Série A nas Laranjeiras.

Previous ArticleNext Article