San Lorenzo manda na Arena e goleia o Atlético por 3 a 0 pela Liberta

Redação


O Atlético-PR voltou a decepcionar sua torcida e perdeu pela segunda vez consecutiva na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Se pelo Estadual o time não se importava com a disputa, na noite de quarta-feira (3) a derrota foi para os argentinos do San Lorenzo por 2 a 0, pela quinta rodada da Libertadores e o resultado força o time paranaense a vencer o Universidad Católica, em Santiago, pela última rodada.

O San Lorenzo precisava da vitória para se manter vivo na competição e aproveitava a pouca criatividade e falhas de marcação do Atlético para atacar. Aos 13 minutos, em jogada pela ala direita com Rojas, Paulo Diáz subiu mais que a zaga e marcou o primeiro gol.

No minuto seguinte, Douglas Coutinho perdeu uma jogada na marca do pênalti e a equipe se mantinha desorientada. Lucho González estava pouco inspirado e a bola não chegava ao ataque.

Na segunda etapa, o Atlético continuou aceitando o jogo argentino. Aos 22, em nova jogada pela direita, Cerutti cruzou e Blandi subiu mais que a defesa e ampliou para o San Lorenzo.

O Atlético mantinha a apatia, com poucas jogadas de perigo. Autuori chegou a colocar cinco atacantes em campo, mas a entrada de Bottas fez diferença para os argentinos. Com mais vontade em campo, Bottas arriscou de longe aos 43 e quase ampliou, mas aos 46, Mercier tocou para ele e Bottas chutou no canto direito de Weverton.

No final da partida o Atlético saiu de campo vaiado e sob o grito de “timinho”.

 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO X SAN LORENZO

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data: 3 de maio de 2017
Horário: 21 horas
Árbitro: Wilmar Roldan (Colômbia)
Assistentes: Alexandre Guzman e Cristian De La Cruz

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Diáz e Rojas

Gols: Diáz, aos 13 do primeiro tempo e Blandi aos 22 minutos e Bottas, aos 46 do segundo tempo

Atlético: Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Thiago Heleno, Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto (Pablo) e Lucho González (Grafite); Nikão, Douglas Coutinho (Felipe Gedoz) e Eduardo da Silva. Técnico: Paulo Autuori.

San Lorenzo: Navarro; Díaz, Angeleri, Caruzzo e Rojas; Mussis, Cerutti (Botta), Ortigoza (Mercier), Belluschi e Merlini (Coloccini); Blandi. Técnico: Diego Aguirre.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="428828" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]