Santos empata com Olimpia e perde 100% de aproveitamento na Libertadores

Jorge de Sousa

Santos empata com Olimpia e perde 100% de aproveitamento na Libertadores

Santos e Olimpia ficaram em um empate sem gols na noite desta terça-feira (15) no primeiro jogo das equipes na retomada da Copa Libertadores da América.

O duelo foi realizado na Vila Belmiro, em Santos, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

O Grupo G da Copa Libertadores também conta com Defensa y Justicia e Delfín. Ambas as equipes se enfrentam nesta quinta-feira (17) no fechamento da rodada.

Após a terceira rodada, o Santos lidera a chave com sete pontos, seguido de perto pelo Olimpia com cinco pontos. Delfín (um ponto) e Defensa y Justicia (sem pontos) ainda buscam a primeira vitória na competição.

O Santos volta a campo neste domingo (23), quando viaja para o Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 18h15.

SANTOS PERDE VITÓRIA NA QUALIDADE DAS FINALIZAÇÕES

O primeiro tempo se mostrou equilibrado. O Santos teve maior posse de bola, mas o Olímpia demonstrou perigo nos contra-ataques, em especial nos chutes de média distância.

A primeira chance do jogo saiu aos nove minutos. Ortiz avançou pelo centro e chutou firme para João Paulo espalmar.

O Santos conseguiu criar sua primeira oportunidade apenas aos 24 minutos. Marinho lançou Soteldo na esquerda e o venezuelano rolou para Diego Pituca chegar batendo para Azcona fazer firme defesa.

João Paulo apareceu novamente aos 26 minutos. Dessa vez foi Pitta quem arriscou da entrada da área em chute cruzado, mas o goleiro es esticou para mandar à linha de fundo.

Raniel perdeu boa oportunidade aos 31 minutos. Carlos Sánchez serviu o atacante na área, que girou sobre a marcação e finalizou por cima da meta.

A melhor chance da primeira etapa foi criada pelo Santos aos 37 minutos. Soteldo foi lançado por Pituca na área e tentou o chute cruzado na saída de Azcona. A bola bateu no poste direito e foi afastada pela zaga.

Outra boa jogada do Santos aos 42 minutos. Marinho lançou Pará na linha de fundo e o lateral cruzou para a entrada da área para Raniel, que tentou emendar uma bicicleta, mas finalizou muito mal.

A primeira chance do segundo tempo foi criada pelo Santos. Aos oito minutos, Felipe Jonatan aproveitou rebote na entrada da área e finalizou cruzado para Azcona espalmar.

Raniel perdeu mais uma boa chance aos dez minutos. Soteldo fez bela jogada pela esquerda e cruzou no segundo poste para Carlos Sánchez ajeitar de cabeça, mas o centroavante errou o tempo da bola na pequena área.

O Santos ficou com um jogador a mais em campo aos 22 minutos. Marinho avançou pelo centro e foi calçado na meia-lua da área. Rojas já tinha cartão amarelo e levou o segundo, sendo expulso da partida.

A única chance do Olimpia foi criada aos 36 minutos do segundo tempo. Derlis González recebeu na esquerda e cruzou na medida para De La Cruz, mas a cabeçada saiu no meio do gol e João Paulo fez firme defesa.

Jean Mota ficou perto de marcar aos 40 minutos. Em cobrança de falta da meia-lua da área, o meia bateu colocado e errou por muito pouco o ângulo direito.

A última chance do Santos na partida saiu aos 47 minutos. Carlos Sánchez lançou Madson na área, mas o lateral finalizou em cima de Azcola e a bola saiu pela linha de fundo.

LEIA MAIS: A melhor jogada de Neymar

Previous ArticleNext Article