Santos perde para o Internacional e segue perto da zona de rebaixamento

Folhapress

Após uma goleada em casa e um empate fora contra o Corinthians, o Santos entrou em campo ensaiando uma arrancada no Brasileiro diante do Internacional. Mas o enredo acabou sendo bem diferente. A derrota por 2 a 1, neste domingo (10), jogou por terra essa reação. Pior: com dez pontos, o time está a apenas um ponto acima da zona de re­baixamento da competição.

O técnico Jair Ventura volta agora para o olho do furacão e vai ter que conviver com a pressão da torcida pela má campanha do clube paulista.

O Santos forçou as triangu­lações pela direita com Victor Ferraz, Jean Motta e Sasha, mas esbarrou no bloqueio defensivo rival gaúcho.

A boa marcação do Inter acabou dificultando a missão de Gabigol e Rodrygo na frente. E nos contra-ataques o Inter começou a assustar. A torcida sentiu a hesitação do time e surgiram as vaias.


E a pressão aumentou quan­do Renato derrubou Yago dentro da área. Leandro Da­mião cobrou o pênalti nomeio do gol e fez 1 a 0.

A partir daí, o Santos se lançou ao ataque. Na base da velocidade, Rodrygo pas­sou a ser acionado e, em sua melhor chance, quase deixou Gabriel em condições de empatar. Antes do intervalo, Sasha ainda acertou a trave.

A segunda etapa começou movimentada. Em lance du­vidoso, Gabriel caiu na área após disputa com Rodrigo Moledo e o juiz deu pênalti. O próprio Gabriel cobrou e empatou: 1 a 1.

Mas quando tudo indicava uma reviravolta no jogo, o Santos voltou a vacilar. Luca cobrou falta da esquerda e Victor Cuesta colocou o Inter novamente na frente.

Para piorar, Lucas Veríssi­mo reclamou de ter sofrido falta no lance e acabou ex­pulso. Com um jogador amenos e atrás no placar, o segundo tempo ficou dramá­tico para os santistas.

Desorganizado, o Santos acabou amargando mais uma derrota em casa sob muitas vaias.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook