Santos busca virada sobre Defensa y Justicia na estreia da Libertadores

Jorge de Sousa

Kaio Jorge - Santos - Defensa y Justicia - Copa Libertadores

Com reação no segundo tempo, o Santos buscou a virada por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia na noite desta terça-feira (3), conseguindo somar três pontos na estreia da Copa Libertadores da América.

O duelo foi realizado no Norberto Tomaghello, em Florencio Varela, na Argentina.

Juan Rodríguez abriu o placar da partida, enquanto Jobson e Kaio Jorge viraram para o Santos.

O Santos está no Grupo G da Copa Libertadores, que além do Defensa y Justicia conta com o Delfín e o Olimpia.

SEQUÊNCIA DECISIVA

Até o início de abril o Santos terá uma sequência decisiva de jogos pelo Campeonato Paulista e pela Copa Libertadores.

Pelo estadual. a equipe terá pela frente o Mirassol (fora de casa), o clássico contra o Santos (em casa), o líder geral Santo André (em casa) e o Novorizontino (fora de casa) para encerrar a primeira fase da competição.

Já pela Libertadores o Santos encerra o primeiro turno com confrontos em casa contra o Delfín e Olimpia.

CONTENTE COM O EMPATE

Defensia y Justicia - Santos - Copa Libertadores
Juan Rodríguez comemora seu gol na primeira etapa de jogo. (Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores)

A primeira chance do jogo foi do Santos aos 16 minutos. Pará achou Carlos Sánchez na área e finalizou perto do travessão.

A resposta do Defensa y Justicia foi aos 21 minutos. Lucero foi lançado na área e finalizou cruzado para boa defesa de Everson.

Neri Cardoso ficou perto de balançar as redes aos 35 minutos. O meia arriscou da entrada da área a bola bateu no poste direito, acertou as costas de Everson e quase parou em cima da linha.

Carlos Sánchez teve nova chance para abrir o placar aos 41 minutos. Lucas Veríssimo ajeitou bola pelo alto e o meia emendou de primeira em cima da marcação.

Mas aos 45 minutos do primeiro tempo, o Defensa y Justicia conseguiu abrir o placar em cobrança de escanteio. Após o tiro esquinado, Juan Rodríguez ganhou de Luan Peres pelo alto e balançou as redes.

O Defensa y Justicia teve a chance de ampliar o marcador aos 12 minutos. Após erro de Lucas Veríssimo, Pizzini recuperou a bola, invadiu a área e finalizou rasteiro para Everson defender sem dar rebote.

A resposta do Santos foi aos 16 minutos. Soteldo fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Yuri Alberto cabeceou por cima da meta.

O empate do Santos saiu aos 26 minutos. Soteldo foi lançado por Pituca e cruzou na medida para Jobson escorar de cabeça para o fundo das redes.

O gol motivou a equipe, que buscou a virada aos 39 minutos. Novamente Soteldo iniciou a jogada, mas foi travado na entrada da área. Só que a bola sobrou para Kaio Jorge que chutou firme, Unsain ainda tocou na bola, mas não evitou a virada.

Já nos acréscimos, Carlos Sánchez desperdiçou a chance do terceiro gol. Kaio Jorge fez boa trama individual e serviu o uruguaio no meio. O meia arriscou o chute colocado, mas Unsain fez firme defesa.

Previous ArticleNext Article