São Joseense quer surpreender na estreia no Campeonato Paranaense

Com apenas seis anos de história, o O Independente São Joseense é a grande novidade no Campeonato Paranaense de 2022

Pedro Melo - 20 de janeiro de 2022, 18:00

(Câmara Municipal de São José dos Pinhais)
(Câmara Municipal de São José dos Pinhais)

O Independente São Joseense é a grande novidade no Campeonato Paranaense de 2022. Com apenas seis anos de história, o time de São José dos Pinhais conquistou o título da segundona em 2021 e vai estrear na primeira divisão. O caçula é o nono time do especial do Paraná Portal sobre o estadual.

Fundado em maio de 2015, o clube de São José dos Pinhais subiu para a segunda divisão em 2017, mas demorou alguns anos para chegar à elite. Para alcançar o tão sonhado objetivo, a equipe fechou uma parceria no ano passado com empresas de agenciamento de atletas. Além disso, conta com patrocinadores locais.

Em relação ao comando, o Independente São Joseense conta com um velho conhecido do futebol paranaense. O ex-lateral e zagueiro Marcão, ídolo do Athletico nos anos 2000, é o técnico desde a campanha do título na segundona. Ele terá a primeira experiência na elite do Campeonato Paranaense.

TIME-BASE DO INDEPENDENTE SÃO JOSEENSE

O elenco do São Joseense tem jogadores com larga experiência, entre eles o goeliro Lucas Macanhan, ex-Athletico e Paraná Clube, e o zagueiro Dirceu, ex-Coritiba e Londrina. Os dois fizeram parte da equipe na segundona de 2021. E entre as novidades está o atacante Wellissol, ex-Coritiba.

Além disso, o clube tem um trunfo quando joga dentro de casa. O estádio Cilmar Pedro Goergen, antigamente conhecido como Pinhão, tem grama sintética. A expectativa é levar algum tipo de vantagem contra adversários que não estão acostumados com o piso.

Na estreia contra o Azuriz, o Independente São-Joseense deve jogar com Lucas Macanhan; Léo Alabá, Dirceu, Júlio Vaz e Rael, Caio César, Mateus Norton e Nickson (Álisson Tadei), Gabriel Honório, Édipo e Wellissol.

PALAVRAS DO TÉCNICO MARCÃO

Como a equipe chega para a disputa do estadual?

A gente chega com bastante motivação. É o caçula da primeira divisão, mas com muitos objetivos. Estamos treinando há quase dois meses para essa competição. A motivação está grande dos atletas, do clube e da cidade. Esperamos que a gente possa fazer uma boa competição para representar bem a cidade e o clube.

Como foi a montagem do Independente São Joseense para o estadual?

Ficamos com uma boa base do time campeão da segunda divisão. Chegaram alguns jogadores de muita qualidade e que elevou a qualidade do grupo. Isso nos dá esperança de fazer um bom campeonato.

O que esperar do time na estreia contra o Azuriz?

A estreia por si só gera ansiedade. É o primeiro jogo do clube na primeira divisão e uma coisa que precisamos controlar é a ansiedade. Estamos nos preparando bem para que a gente consiga fazer um bom jogo no dia 23. Vamos entrar na última semana de preparação e uma semana de mais estratégia para o jogo. A gente sabe que é um jogo difícil até por não ter muitas informações do Azuriz. Queremos colocar em prática tudo que fizemos na pré-temporada não só nesse jogo, mas em todos.

Quais os objetivos para o Campeonato Paranaense?

Nosso primeiro objetivo é ficar entre os oito. Nós sabemos que é um campeonato curto, difícil, onde não pode dar bobeira. Temos totais condições de conquistar uma vaga nas quartas de final.

O Independente São Joseense ficou alguns anos lutando pela vaga na primeira divisão e conseguiu justamente com você no comando. Como você vê o projeto do clube e a perspectiva para o futuro depois do Campeonato Paranaense?

Um projeto ambicioso e tem muita projeção de crescimento. Tem muito a crescer ainda, mas é um trabalho passo a passo. O primeiro passo foi o título da segunda divisão, que nos deu o direito ao acesso. O clube tem muitos objetivos a longo prazo, mas para chegar lá tem que fazer uma boa campanha neste Paranaense. É um clube de muita projeção e esperamos continuar na caminhada para seguir crescendo e se consolidar na primeira divisão.