São Paulo empata com Bahia em noite de protestos no Morumbi

Jorge de Sousa

São Paulo empatou com Bahia em noite de protestos no Morumbi

O São Paulo arrancou empate por 1 a 1 contra o Bahia na noite desta quinta-feira (20) enquanto torcedores organizados da equipe protestavam contra a diretoria do clube.

A principal pauta do protesto é a administração de Carlos Augusto de Barros e Silva, popularmente conhecido como Leco, na frente do São Paulo.

O técnico do São Paulo, Fernando Diniz, também recebeu diversas críticas dos torcedores.

O duelo foi realizado no Morumbi, em São Paulo, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Com três jogos disputados, o Bahia soma sete pontos conquistados no Campeonato Brasileiro. Já o São Paulo também disputou três partidas, mas tem quatro pontos ganhos.

As duas equipes entram em campo no próximo domingo (23) pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

O São Paulo viaja para Recife, encarar o Sport, às 19h, enquanto o Bahia tenta a revanche da Copa do Nordeste contra o Ceará, em Fortaleza, às 20h.

EMPATE CONTRA O BAHIA AUMENTA PRESSÃO SOBRE FERNANDO DINIZ

São Paulo empatou com Bahia em noite de protestos no Morumbi
Torcedores do São Paulo protestam na entrada do Morumbi antes da partida. (Ronaldo Silva/Futura Press/Folhapress)

Em um gramado pesado pelas chuvas que caíram em São Paulo durante toda esta quinta-feira, São Paulo e Bahia entraram em campo com estratégias claras.

Enquanto o São Paulo controlou o ritmo do jogo por meio da troca de passes, o Bahia postou Gilberto e Rodriguinho para rapidamente armar o contra-ataque por meio de lançamentos.

A primeira chance foi criada pelo São Paulo aos quatro minutos. Após cruzamento de Igor Vinícius, Pablo furou a finalização, mas conseguiu pegar o próprio rebote. O atacante fez novo remate, só que Ernando travou por baixo.

Douglas Friedrich trabalhou pela primeira vez aos oito minutos. Reinaldo cruzou fechado e o goleiro afastou o perigo com um tapa.

Mas aos doze minutos, Gilberto fez o pivô para Rodriguinho e o meia ficou livre na área, mas foi travado no corpo por Bruno Alves. Na revisão no VAR, o árbitro Rodrigo Carvalhães de Miranda assinalou a penalidade.

Gilberto pediu a bola e bateu firme no canto esquerdo, mas Tiago Volpi foi buscar e espalmou para a linha de fundo.

Só que aos 20 minutos, o Bahia conseguiu abrir o placar. Rodriguinho deu belo lançamento entre os zagueiros do São Paulo e Rossi deu um tapa por cima de Tiago Volpi para balançar as redes.

O São Paulo respondeu aos 33 minutos. Daniel Alves bateu falta na área e Pablo cabeceou perto do travessão de Douglas Friedrich.

Pablo apareceu novamente aos 34 minutos. O atacante recebeu na entrada da área e finalizou mais uma vez por cima da meta.

Aos 46 minutos, Douglas Friedrich quase entregou um gol ao São Paulo. Após lançamento do campo de defesa, o goleiro saiu na entrada da área, mas errou o corte. Pablo não conseguiu o domínio e o goleiro finalmente cortou a bola.

O São Paulo ficou perto do empate logo no primeiro lance do segundo tempo. Daniel Alves lançou Luciano na área, mas o atacante escorregou em sua primeira participação na partida.

O Bahia respondeu aos dez minutos. Rodriguinho lançou Gilberto, que finalizou firme rasteiro, mas novamente Tiago Volpi espalmou a finalização do atacante.

Na cobrança de escanteio, Élber bateu o escanteio fechado e quase enganou Tiago Volpi, com a bola acertando a rede pelo lado de fora.

Aos 15 minutos, o São Paulo reclamou de entrada de Gregore. O volante acertou um carrinho no tornozelo de Arboleda, mas o árbitro deu apenas cartão amarelo ao volante.

Douglas Friedrich voltou a ser exigido aos 18 minutos. Mais uma vez Reinaldo cruzou fechado e o goleiro espalmou para a linha de fundo.

O goleiro do Bahia sentiu uma lesão na coxa e precisou ser substituído por Anderson aos 21 minutos.

Anderson já foi acionado aos 25 minutos. Vitor Bueno arriscou chute cruzado na entrada da área e o goleiro se esticou para espalmar para a linha de fundo.

O contra-ataque do Bahia seguiu levando perigo. Aos 29 minutos, Élber aproveitou erro de passe de Vitor Bueno, invadiu a área e tentou um tapa por cima de Tiago Volpi, mas o goleiro defendeu. O rebote voltou para o atacante, só que Arboleda conseguiu o corte para a linha de fundo.

O São Paulo conseguiu empatar a partida aos 40 minutos. Reinaldo bateu escanteio da esquerda, Gonzalo Carneiro resvalou no primeiro poste e Luciano escorou – livre de marcação, de cabeça para o fundo das redes.

No minuto seguinte, quase a virada do São Paulo. Reinaldo fez boa jogada na linha de fundo e cruzou rasteiro, mas Pablo pegou torto na bola e mandou o chute à direita da meta.

LEIA MAIS: Sem pré-temporada nem pausas, CBF divulga calendário de 2021

Previous ArticleNext Article